Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

[Leucemia Mieloide Aguda (LMA)] Daniel Araújo Lima

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 06/02/2017

Daniel Araújo Lima
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Daniel - 37 anos, advogado, 03 filhos pequenos, casado e moro na cidade de Fortaleza/CE.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Daniel - Por uma junção de 03 sintomas: uma gengivite muito forte e persistente, que não passava depois de 15 dias, uma irritação na garganta e uma espinha inflamada na ponta do nariz. Tudo isso junto me fez ter um pouco de febre e aí comecei a ir aos médicos para me tratar. Somente o otorrino foi quem me passou um hemograma para verificar uma possível infecção, e aí descobri que o sangue estava todo alterado.
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Daniel - Sim. Febre e fraqueza.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Daniel - Não tive dificuldades. Uma vez feito o hemograma, o diagnóstico foi rápido.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Daniel - Muito assustado. Senti um calafrio no corpo inteiro. Não tive medo de morrer, mas muito medo de ficar muito tempo isolado e longe da minha família e da minha vida normal.
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Daniel - Não tive medo de morrer, mas muito medo de ficar muito tempo isolado e longe da minha família e da minha vida normal. Apesar disso, desde o primeiro momento estive confiante quanto ao tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Daniel - Já finalizei a parte mais agressiva do tratamento, consistente em 04 internações em regime de isolamento e quimioterapia agressiva, que totalizaram quase 100 dias internados. Não há mais vestígios de leucemia no meu sangue, mas ainda continuarei quimioterapia ambulatorial por mais 2 anos. As experiências foram tantas e tão intensas que decidi criar uma página no facebook e um canal no YouTube para contar, em forma de vídeo, tudo o que tenho passado. O canal e a página se chamam "Pensando a vida e vivendo o pensamento". Por enquanto já gravei 7 vídeos, com cerca de 10 a 15 minutos cada, cada um deles abrangendo uma temática, mas ainda virão vários outros.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Daniel - Cada tratamento tem sua dificuldade, mas no caso da leucemia o mais difícil é enfrentar os dias em que ficamos com a imunidade reduzida a praticamente zero. Os sintomas colaterais são bem desconfortáveis.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Daniel - Sim, vários efeitos colaterais. Ajudou-me bastante o fato de buscar entender a causa e a razão de cada um deles, bem como uma boa dose de equilíbrio mental e uma certa calma espiritual para enfrentar dificuldades como essas. Os remédios pra dor também foram de grande ajuda!
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Daniel - Excelente! Eu sempre perguntei muitas coisas a eles, e todos foram muito pacientes comigo, explicando-me tudo. Brinco com eles e com meus amigos dizendo que já me sinto quase um estudante que está cursando residência em hematologia.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Daniel - Só eventualmente, com médicos de outras especialidades, a fim de monitorar os efeitos colaterais.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Daniel - Não. Apesar do susto, de certa forma já me sentia psicologicamente forte para enfrentar dificuldades como essas. Mas a torcida, as orações, as doações, os gestos e as mensagens de carinho dos amigos e da família me deram muita força durante esse período todo.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Daniel - Estou voltando à minha rotina normal.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Daniel - Parei 90%. Resolvia apenas algumas coisas pelo computador.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Daniel - Sim. Saque do FGTS.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Daniel - Os mesmos que já tinha no passado, mas buscando voltar-me ainda mais para um relacionamento próximo e intenso com as pessoas que amo, que tanta diferença fizeram pra mim nesse período. Pude ver o quão importante é a solidariedade em momentos assim.
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Daniel - Confie nos médicos e na medicina. Mantenha-se calmo. Procure entender sua doença e conversar com seus médicos sobre tudo o que está acontecendo e poderá acontecer. Reze. Reflita sobre a própria vida. Leia bons livros.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Daniel - Pelo facebook, quando uma amiga compartilhou uma postagem.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Daniel - Por enquanto não.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Daniel - Não me sinto habilitado para responder esta pergunta.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive