Espaço do

Paciente


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

[Câncer de Mama Avançado] Cristiane Soares Araujo

Aprendendo Com Você



Essa entrevista foi preenchida em 02/10/2016

Cristiane Soares Araujo
  • Instituto Oncoguia - Quem é você? (idade, profissão, tem filhos, casada, cidade e estado?) Cristiane - Sou a Cris...uma professora de matemática...apaixonada pela educação... sou divorciada e tenho um filho de 27 anos....moro no Rio Grande Sul...bem no extremo sul em uma cidade chamada Rio Grande que é uma cidade litorânea...amo viajar...estar com meus amigos e minha família.
  • Instituto Oncoguia - Como foi que você descobriu que estava com câncer? Cristiane - Em 2011 ao tomar banho fiz o autoexame e senti um caroço no seio, fui a ginecologista fiz uma mamografia e não contatou-se nada, então, fiz uma eco e apareceu um nódulo. Fui encaminhada a um mastologista que fez uma biopsia e o resultado foi CA de mama. Em 2015 tive uma infecção respiratória e ao fazer vários exames e verificou-se algumas alterações  o marcador tumoral muito alto e ao fazer uma tomografia, observou-se nódulos nos gânglios linfonodos..
  • Instituto Oncoguia - Você apresentou sinais e sintomas do câncer? Quais? Cristiane - Apresentei muita fadiga e um aumento dos gânglios no pescoço e na axila. Logo após isso, tive dois derrames pericardios e dois pleurais.
  • Instituto Oncoguia - Quais dificuldades você enfrentou para fechar o seu diagnóstico? Cristiane - As maiores dificuldades foi ter que fazer alguns procedimentos pelo SUS, pois meu convênio não cobria. Então isso atrasou uma maior rapidez no diagnóstico.
  • Instituto Oncoguia - Como você ficou quando recebeu o diagnóstico? O que sentiu? No que pensou? Cristiane - No CA primário eu senti medo, muito medo, mas eu me senti mais determinada...Já ao receber o diagnostico de CA avançado, tive vontade de desistir do tratamento...Tive depressão e medo, mas tive acompanhamento psicológico e meus amigos e minha família esteve muito firme ao meu lado... Em dois meses meu pensamento havia mudado e hoje me sinto ótima, inspirada e continuo em tratamento.
  • Instituto Oncoguia - Qual foi a sua maior preocupação neste momento? Cristiane - A maior preocupação era morrer.
  • Instituto Oncoguia - Você já começou o tratamento? Em que parte do tratamento você se encontra nesse momento? Se já finalizou, conte-nos um pouco sobre como foi enfrentar todos os tratamentos? Cristiane - Estou em tratamento e inicie com quimio oral e tamoxifeno. Hoje faço a quimio e uso Docetaxelrngencitabina numa semana e o reforço na outra com zometa. Paro uma semana e recomeço tudo novamente... Já tive várias reações alérgicas mesmo fazendo uso de antialérgico... Hoje me sinto bem.
  • Instituto Oncoguia - Em sua opinião, qual é o tratamento mais difícil? Por quê? Cristiane - Em minha opinião, dar o primeiro passo e aceitar a doença. Reconhecer que no meu caso não há cura e o tanto que a quimio faz com a gente... Pois é um tratamento muito invasivo.
  • Instituto Oncoguia - Você sentiu algum efeito colateral diante ao tratamento? Como lidou com isso? O que te ajudou? Cristiane - Como já disse tive muitas reações alérgicas, além disso controlar a anemia. Pois alimentar-se pós quimio é bastante difícil, perdi o paladar, minha boca estava sempre com a sensação de queimada e o que me ajudou foi muito picolé de frutas ácidas, sucos, limão e vinagre para temperar os alimentos e muita força de vontade.
  • Instituto Oncoguia - Como foi/é a sua relação com seu médico oncologista? Cristiane - De pura confiança.
  • Instituto Oncoguia - Você se relacionou com outros profissionais? Se sim, quais e por quê? Cristiane - Sim uma psicóloga me acompanhou durante os três primeiros meses do meu tratamento devido a uma depressão, porem essa profissional foi disponibilizada pela escola em que eu trabalhava.
  • Instituto Oncoguia - Você fez ou faz acompanhamento psicológico? Se sim, conte-nos um pouco sobre a importância desse profissional nessa fase da sua vida. Cristiane - Fiz acompanhamento. Hoje não faço mais e este acompanhamento me mostrou o quanto lutar faz parte da vida, independente do diagnóstico. E que é vida segue, sem data pré definida de fim.
  • Instituto Oncoguia - Como está a sua vida hoje? Cristiane - Hoje estou bem... cheia de projetos e o que mais tenho me envolvido é o Chá de Lenços, evento que idealizei para arrecadar lenços que serão doados a outras pacientes... Além disso, teremos momentos de beleza, de conversas e trocas. A cidade que moro abraçou o movimento, então durante esse mês de outubro teremos vários encontros para promover o outubro rosa e a importância da autoestima e da doação não apenas doa lenços, mas de carinho e gentileza com o outro.
  • Instituto Oncoguia - Você continua trabalhando ou parou por causa do câncer? Cristiane - Minha decisão foi parar de trabalhar, afinal eu dava aula nos três turnos e não me sinto em condições físicas de assumir essa jornada.
  • Instituto Oncoguia - Você buscou seus direitos? Se sim, quais? Cristiane - Busquei meus direitos, como o auxilio doença e a retirada do fundo de garantia.
  • Instituto Oncoguia - Quais são seus projetos para o futuro? Cristiane - Para o futuro, transformar o evento chá de lenços numa pagina para trocas entre pacientes, amigos e familiares, tentando buscar o maior numero de informações afim de ajudar outras pacientes em seu tratamento e seus direitos. Ou seja: VIDA QUE SEGUE!
  • Instituto Oncoguia - Que orientações você daria para alguém que está recebendo o diagnóstico de câncer hoje? Cristiane - Tenha paciência....chore...grite...respire... Converse com sua família sem medo...você é mais forte do que pensa! Converse com seu médico e veja quais tratamentos estão disponíveis pra você... E se você tiver duvidas, procure outro médico, mas seja rápida. Quanto maia rápido iniciar seu tratamento, mais rápido você estará curada!
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Oncoguia? Cristiane - Através do Facebook.
  • Instituto Oncoguia - Você tem alguma sugestão a nos dar? Cristiane - Que continuem nos ajudando.
  • Instituto Oncoguia - O que você acha que deveria ser feito para melhorar a situação do câncer no Brasil? Deixe um recado para os políticos brasileiros! Cristiane - Maior investimentos, pois a rapidez do tratamento faz com que o governo gaste menos... Precisamos de equipes multidisciplinares para auxiliar num tratamento mais efetivo.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive