[MATÉRIA] Antineoplásicos de uso oral nos planos de saúde

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/09/2015 - Data de atualização: 15/09/2015

O PL está agora em tramitação na Câmara dos Deputados, onde recebeu o número 3998/12, e passará pelas Comissões de Defesa do Consumidor, Seguridade Social e Família, Constituição e Justiça e Cidadania. Se aprovado nas comissões, segue para análise do executivo.
 
O oncologista Otávio Clark, que compôs a mesa, levou ao público os resultados de uma pesquisa realizada em 2011 pelo Evidências, na qual constatou-se que se os planos de saúde assumirem a responsabilidade pelo pagamento dos tratamentos antineoplásicos de uso oral, o aumento da mensalidade a cada usuário seria de R$ 0,50.
 
Para a presidente do Instituto Oncoguia, Luciana Holtz, é um valor irrisório. "Está mais do que claro, por diversos aspectos, que a inclusão da quimioterapia oral nos planos de saúde é uma das principais urgências em oncologia da Saúde Suplementar, e os debatedores concordaram com isso”, afirmou.






Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2023 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive