Foi realizada 1° Reunião do Cosaúde e o Oncoguia estava lá!

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/01/2022 - Data de atualização: 21/01/2022

Nos dias 18 e 19 de janeiro, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou a primeira reunião técnica da Comissão de Atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde Suplementar (Cosaúde). Criada pela Medida Provisória 1067/21, a Cosaúde é formada por membros da sociedade civil, sociedades médicas, representantes de operadoras de planos de saúde, representantes da defesa do consumidor, entre outros segmentos. O Oncoguia faz parte da comissão como representante do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e nosso conselheiro estratégico Tiago Farina esteve presente na reunião. 

A Comissão é a atual responsável por dar os encaminhamentos do que deve ou não ser incorporado no rol de cobertura mínima obrigatória dos planos de saúde. Nessa primeira reunião de análise de tecnologias, foram discutidos 2 incorporações oncológicas:

O primeiro analisado foi o medicamento darolutamida, indicado para o tratamento de câncer de próstata resistente à castração não-metastático para adultos. Mostrou-se que ele aumenta a sobrevida global e adia o aparecimento das metástases, mantendo a qualidade de vida do paciente. Além de ser mais custo-efetivo que a apalutamida e enzalutamida. Todas as instituições foram favoráveis à incorporação da darolutamida.

E o medicamento regorafenibe, indicado para o tratamento de câncer colorretal metastático, também foi discutido. Foi apresentado que o medicamento proporciona benefício superior a outras opções e que novas publicações reforçam ganho de sobrevida dos pacientes. Apesar disso, a ainda pendente publicação de estudo decisivo de comprovação de resultados do medicamento fez com que diversas entidades entendessem que é necessário aguardar essa publicação para uma nova discussão mais aprofundada. Nesse sentido, os membros da comissão se dividiram entre votos favoráveis e contrários.

Além dos medicamentos oncológicos, também foram discutidas tecnologias para outras áreas terapêuticas:

  • testes rápidos de detecção de antígenos da covid-19, destinado a indivíduos que tenham a suspeita de infecção e, ao contrário dos testes disponíveis que são de anticorpos, esse teste procura a proteína do vírus.  Todos os membros foram favoráveis à incorporação e as diretrizes de utilização do teste já foram publicadas. 
  • medicamento dupilumabe, para pacientes com asma eosinofílica grave. Segundo estudos, ele melhorou significamente os quatro parâmetros no tratamento da asma, como o controle da doença e melhora pulmonar.  
  • medicamento ustequinumabe, para o tratamento de colite ulcerativa (RCU) ativa moderada a grave. Os estudos mostraram que os pacientes apresentaram remissão sintomática, menor perda de resposta, cicatrização de mucosa, entre outras. Em comparação com outros medicamentos para RCU, ele se mostrou custo-efetivo.

Todos os medicamentos analisados, com exceção apenas do teste covid, serão agora encaminhados para consulta pública para que seja ouvida a sociedade sobre essas inclusões no rol de cobertura mínima. 

A próxima reunião da Cosaúde está prevista para os dias 15 e 16 de fevereiro. 
Os vídeos completos da reunião estão disponíveis no Youtube, o dia 18/01 e aqui o dia 19/01.


Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.







Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive