Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Bayer Janssen MSD Takeda Astellas UICC Libbs Abbvie Ipsen Sanofi Daiichi Sankyo GSK Avon Nestlé Servier Viatris


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Manutenção dos atendimentos ao SUS pelo Hospital AC Camargo

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 19/08/2022 - Data de atualização: 19/08/2022


No dia 15/08, o Hospital AC Camargo, um dos maiores centros de tratamento de câncer de São Paulo e do Brasil, anunciou que iria encerrar seus atendimentos ao Sistema Único de Saúde (SUS) devido a dificuldades financeiras geradas pelo baixo valor de remuneração que recebe pelos atendimentos realizados. 

O anúncio gerou insegurança nos pacientes atendidos pelo hospital e muita mobilização na sociedade para que soluções fossem pensadas para a situação. Em esforço conjunto, governo do estado e do município de São Paulo decidiram complementar o financiamento do hospital de forma a manter as atividades de atendimento ao SUS, normalizando a situação. 

A situação crítica do Hospital A.C. Carmago foi resolvida, porém o problema estrutural continua. A medida tomada pelos governos do estado e do município é muito importante e vai permitir que centenas de pacientes que são atendidos pelo hospital possam dar seguimento nos seus tratamentos.

Parabenizamos os envolvidos por conseguirem uma solução rápida!

Mas fica aqui nosso apelo para que essa situação acenda um alerta para soluções estruturais, porque ainda temos muito o que enfrentar pela frente. 

Essa situação é mais um reflexo de um sistema que enfrenta inúmeros desafios para se sustentar e que segue criando abismos no cuidado com os pacientes. Estamos num momento onde o necessário é a abertura e ampliação de atendimentos, afinal já conhecemos o que aconteceu durante as fases pesadas da pandemia. 

O caso vivido pelo hospital AC Camargo exemplifica o auge de um problema que já vem acontecendo há vários anos, que é enfrentado por todos os hospitais que atendem o SUS, que é a dificuldade de remuneração pelo sistema público, que não cobre os custos da oferta de atendimento na maioria dos casos. 

Pensando nos próximos passos a partir de agora, encaminhamos ofício para as instâncias gestoras do SUS envolvidas com alguns pedidos:

À prefeitura do município e ao governo do estado de São Paulo:

  • Procure o governo federal para buscar soluções a longo prazo para a situação, através de esforço coletivo entre todos os envolvidos para que esse caso não volte a acontecer em outros lugares. 

Ao Ministério da Saúde:

  • Precisamos que o Câncer seja tratado de forma prioritária em nosso país! O ministério precisa assumir de fato a responsabilidade de coordenar uma política nacional de câncer que não deixe ninguém para trás.
  • - Para isso, elaboramos a Proposta do Oncoguia Por uma Oncologia Mais Atual e Mais Justa. Pedimos que o Ministério avalie atentamente as sugestões de atualização da Política e que lidere, junto aos estados e municípios, uma reorganização do cuidado oncológico.

Esperamos que essa situação vivida nos últimos dias seja um exemplo do que pode acontecer em muitos hospitais e acenda um alerta para que mudanças estruturais aconteçam. Ministério da Saúde, estados e municípios, INCA, Conselhos Nacionais, todos juntos podem e devem cooperar para tornar o SUS um sistema mais igualitário e equitativo.

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive