Fatores de Risco

Não se sabe com precisão porque algumas pessoas desenvolvem câncer e outras não. Mas algumas pesquisas mostram que determinados fatores de risco podem aumentar as chances de desenvolver câncer.

Os fatores de risco para câncer incluem a exposição a produtos químicos ou outras substâncias, bem como a determinados comportamentos. Também inclui fatores que uma pessoa não pode controlar, como idade e seu histórico familiar. Um histórico familiar para determinados tipos de câncer pode ser, por exemplo, uma possível síndrome de câncer hereditário.

A maioria dos fatores de risco de câncer é inicialmente identificada em estudos epidemiológicos. Nesses estudos, os pesquisadores analisam grandes grupos de pessoas e comparam aqueles que desenvolvem câncer com aqueles que não desenvolvem a doença. Esses estudos podem mostrar que as pessoas que desenvolvem câncer são mais ou menos propensas a adotarem condutas determinadas ou serem expostas a certas substâncias do que aquelas que não desenvolvem a doença.

Esses estudos, por si só, não provam que um comportamento ou substância causam o câncer. Por exemplo, a descoberta pode ser resultado do acaso, ou o verdadeiro fator de risco pode ser diferente do suspeito. Mas descobertas desse tipo às vezes chamam a atenção da mídia, e isso pode levar a ideias errôneas sobre como o câncer origina e se dissemina.

Quando vários estudos apontam para uma associação similar entre um fator de risco potencial e um risco aumentado de câncer, e quando existe um possível mecanismo que poderia explicar como o fator de risco poderia realmente provocar o câncer, os pesquisadores podem estar mais seguros sobre a relação entre ambos .

A lista abaixo inclui os fatores de risco conhecidos ou suspeitos que podem provocar câncer. Embora alguns desses fatores de risco possam ser evitados, outros, como envelhecer, não podem. Portanto, limitar a exposição a fatores de risco evitáveis ​​pode diminuir o risco de desenvolver determinados tipos de câncer.

  • Idade.
  • Alcoolismo.
  • Substâncias cancerígenas.
  • Inflamação crônica.
  • Dieta.
  • Hormônios.
  • Imunossupressores.
  • Agentes infecciosos.
  • Obesidade.
  • Radiação.
  • Radiação solar.
  • Tabagismo.

Texto originalmente publicado no site da National Cancer Institute, em 23/12/2015, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Avaliação do Portal

1. O conteúdo que acaba de ler esclareceu suas dúvidas?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
2. De 1 a 5, qual a sua nota para o portal?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
3. Com a relação a nossa linguagem:
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
4. Como você encontrou o nosso portal?
5. Ter o conteúdo da página com áudio ajudou você?
Esse site é protegido pelo reCAPTCHA e a política de privacidade e os termos de serviço do Google podem ser aplicados.
Multimídia

Acesse a galeria do TV Oncoguia e Biblioteca

Folhetos

Diferentes materiais educativos para download

Doações

Faça você também parte desta batalha

Cadastro

Mantenha-se conectado ao nosso trabalho