Câncer Infantil

Diferentemente do câncer em adultos, o câncer infantil geralmente afeta as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação do corpo, enquanto que o câncer em adultos afeta as células do epitélio, que recobre os diferentes órgãos (mama, pulmão, intestino, entre outros).

As neoplasias mais frequentes na infância são as leucemias (glóbulos brancos), tumores do sistema nervoso central e linfomas (sistema linfático). Também acometem crianças o neuroblastoma (tumor de células do sistema nervoso periférico, frequentemente de localização abdominal), tumor de Wilms (tumor renal), retinoblastoma (tumor da retina do olho), tumor germinativo (tumor das células que vão dar origem às gônadas), osteossarcoma (tumor ósseo) e sarcomas (tumores de partes moles).

Doenças malignas da infância, por serem predominantemente de natureza embrionária, são constituídas de células indiferenciadas, o que determina, em geral, uma melhor resposta aos métodos terapêuticos atuais. De acordo com o INCA- Instituto Nacional do Câncer - estima-se que em torno de 70% das crianças acometidas de câncer podem ser curadas, se diagnosticadas precocemente e tratadas em centros especializados.

Alguns dos principais sinais e sintomas:

•   Febre prolongada de causa não identificada.
•   Ínguas de crescimento progressivo.
•   Vômitos acompanhados de dor de cabeça.
•   Crescimento do olho podendo haver mancha roxa no local.
•   Surgimento de dor ou caroço nas pernas.
•   Diminuição da visão ou perda de equilíbrio.
•   Dores nos ossos e nas juntas, com ou sem inchaços.
•   Caroço em qualquer parte do corpo principalmente na barriga.
•   Reflexo esbranquiçado no olho quando há incidência de luz.
•   Manchas roxas ou sangramento pelo corpo sem machucado.
•   Palidez.
•   Perda de peso.
 
Alguns sinais e sintomas não são aparentes e outros sim. Por esse motivo, é de fundamental importância que os familiares fiquem atentos a qualquer sinal ou sintoma diferente que o seu filho possa apresentar. Caso haja qualquer alteração, consulte o médico pediatra do seu filho (até 12 anos) ou médico clínico geral (a partir dos 13 anos) e realize o acompanhamento lembrando que o diagnóstico precoce do câncer é determinante para o sucesso do tratamento e a cura da doença.
Este conteúdo ajudou você?

Avaliação do Portal

1. O conteúdo que acaba de ler esclareceu suas dúvidas?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
2. De 1 a 5, qual a sua nota para o portal?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
3. Com a relação a nossa linguagem:
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
4. Como você encontrou o nosso portal?
5. Ter o conteúdo da página com áudio ajudou você?
Esse site é protegido pelo reCAPTCHA e a política de privacidade e os termos de serviço do Google podem ser aplicados.
Multimídia

Acesse a galeria do TV Oncoguia e Biblioteca

Folhetos

Diferentes materiais educativos para download

Doações

Faça você também parte desta batalha

Cadastro

Mantenha-se conectado ao nosso trabalho