Espaço do

Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

[TUMORES CEREBRAIS / SISTEMA NERVOSO CENTRAL] Lucélia

Compartilhando Experiência



Essa entrevista foi preenchida em 07/08/2021

  • Instituto Oncoguia - Você poderia se apresentar? Lucélia - Me chamo Lucélia.
  • Instituto Oncoguia - Quem em sua família tem/teve câncer? Lucélia - Meu pai tem um tumor chamado Gliobastoma, mas conhecido como GBM, grau 4.
  • Instituto Oncoguia - Sabemos que o diagnóstico de um câncer também tem um impacto grande na família, como você lidou com esse momento? Lucélia - Em 2020, outubro dia 5 disse a meu pai que fossemos para hospital, pois já algum tempo estava a observar seu comportamento. Perda de força, braços com o lado direito atrofiando, dificuldade na fala e fortes dores de cabeça.
  • Instituto Oncoguia - Quais foram os principais desafios enfrentados? Lucélia -
    Ele recuando dizia estar tudo tranquilo, mas com muita insistência foi a Upa para avaliar o que estava acontecendo.
    logo foi internado com suspeita de AVC, mas quando fizeram a 1 tc de crânio já desconfiaram.
     
    Dia 06 o médico nos avisa que faria outra tc de crânio, pois seria agora com contraste. No dia 07/08/2020  veio a triste notícia: Gliobastoma multiforme grau 4, maligno.
     
    Fiquei sem chão, perdi a fala no momento, nunca imaginei que meu pai estaria com esta doença tão cruel e devastadora.
  • Instituto Oncoguia - De que forma você ajudou seu familiar? Lucélia -
    Eu estava muito abalada, muito preocupada com minhas irmãs e minha mãe, como vou dar essa notícia, só isso que eu pensava: e agora, como cuidar dele?
  • Instituto Oncoguia - Você buscou se informar sobre a doença? Isso lhe ajudou? Lucélia -

    Descobri que quanto mais procurava me informar mais isso me deprimia, pois a conclusão para mim era: meu pai não vai aguentar.Com 62 anos, graças a Deus forte e corajoso, aquele homem nos surpreendeu. 


    Passou por uma craniotomia, foi um sucesso, os médicos e sua equipe aqui da santa casa de BH ficaram felizes com o resultado da cirurgia, mas logo, em  janeiro de 2021, fez a radioterapia, e a quimioterapia. 


    Não foi possível fazer nada naquela circunstância, então começou ali a preocupação dia após dia. 


    Meu pai necessita da medicação para lhe dar uma melhor condição de vida, que triste, vemos uma pessoa tão forte e saudável, e ao mesmo tempo, com a tristeza no olhar…


    meu pai nessa situação, depois de longos 8 meses após cirurgia, conseguimos ajuda de uma ONG que ajuda pessoas nesta condição. Meu pai irá iniciar o primeiro ciclo na próxima semana, irá começar bem depois da radioterapia, mas Deus sabe de todas as coisas.


    Só oro e peço a Deus que faça a vontade de Deus, pois sabemos que é difícil para nós, mas imagina pra Ele, meu pai.


    Quero que estes tempos difíceis de dor se transformem em muita paz, que o senhor passe por tudo que tiver que passar mas saiba que será muito amado e querido por todas suas filhas, esposa, genros e netos...te amamos pai.


  • Instituto Oncoguia - Você buscou apoio psicológico? Se sim, de que forma isso lhe ajudou? Lucélia - Não temos apoio psicológico.
  • Instituto Oncoguia - Que conselho ou dica você daria para um familiar que esta enfrentando o câncer em casa? Lucélia - Confiar em Deus, em todo tempo.
  • Instituto Oncoguia - Como você conheceu o Instituto Oncoguia? Lucélia - Redes sociais.


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive