Vivendo com o Câncer

A síndrome mielodisplásica raramente é curada, a maioria dos pacientes nunca realmente termina o tratamento. Eles podem passar por uma série de tratamentos com intervalos de descanso. Alguns pacientes param o tratamento ativo em favor dos cuidados de suporte. No entanto aprender a viver com uma doença pode ser difícil e muito estressante.
 
Cuidados no acompanhamento
 
Mesmo que você esteja fazendo terapia de suporte, os médicos irão acompanhá-lo de perto. Por isso é muito importante comparecer a todas as consultas de seguimento. Nessas consultas o médico sempre o examinará, conversará com você sobre qualquer sintoma que tenha apresentado, poderá pedir alguns exames de laboratório para acompanhamento e reestadiamento da doença.
 
Dados médicos
 
Por mais que você queira deixar a experiência para trás ao fim do tratamento, é também muito importante que você mantenha arquivados os exames médicos e outros dados.
 
Mantenha cópias dos seguintes documentos: laudo de patologia e de qualquer biópsia ou cirurgia; relatório de alta hospitalar; relatórios dos tratamentos de quimioterapia e de suporte, incluindo medicamentos utilizados, doses e tempo do tratamento; e exames de imagem.
 
Como diminuir o risco do câncer progredir?
 
Se você tem (ou já teve) síndrome mielodisplásica, provavelmente quer saber se existe algo que possa fazer para ajudar.
 
Adotar hábitos saudáveis como não fumar, comer bem, ser ativo e manter um peso ideal ajuda a reduzir seu risco. Não se sabe com certeza se isso ajudará, mas se sabe que isso pode ter efeitos positivos na sua saúde que podem se estender além do risco da síndrome mielodisplásica e outros tipos de câncer.
 
Suplementos dietéticos
 
Até o momento, nenhum suplemento dietético, incluindo vitaminas, minerais e produtos fitoterápicos, mostrou diminuir o risco da progressão do câncer. Isso não significa que nenhum suplemento ajudará, mas é importante saber que nenhum suplemento é eficaz.
 
Se você está pensando em tomar qualquer tipo de suplemento nutricional, converse antes com seu médico, para decidir quais você pode usar com segurança, evitando aqueles que podem ser prejudiciais.
 
Suporte emocional
 
Algo que ajuda muito o paciente a enfrentar a doença é o apoio e a força que ele recebe. Independente de como, o importante é que você encontre em algo ou em alguém essa ajuda, seja nos familiares, nos amigos, em ex-pacientes, em sites sobre a doença, ou até em sua própria fé. Você não precisa passar por tudo isso sozinho, seus familiares e amigos podem e querem ajudar. Não se feche na doença, esteja disposto a ouvir o que os outros têm a lhe dizer.
 
Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 22/01/2018, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Avaliação do Portal

1. O conteúdo que acaba de ler esclareceu suas dúvidas?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
2. De 1 a 5, qual a sua nota para o portal?
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
3. Com a relação a nossa linguagem:
Péssimo O conteúdo ficou muito abaixo das minhas expectativas. Ruim Ainda fiquei com algumas dúvidas. Neutro Não fiquei satisfeito e nem insatisfeito. Bom O conteúdo esclareceu minhas dúvidas. Excelente O conteúdo superou todas as minhas expectativas.
4. Como você encontrou o nosso portal?
5. Ter o conteúdo da página com áudio ajudou você?
Esse site é protegido pelo reCAPTCHA e a política de privacidade e os termos de serviço do Google podem ser aplicados.
Multimídia

Acesse a galeria do TV Oncoguia e Biblioteca

Folhetos

Diferentes materiais educativos para download

Doações

Faça você também parte desta batalha

Cadastro

Mantenha-se conectado ao nosso trabalho