Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fazendo valer a lei dos 60 dias

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/01/2021 - Data de atualização: 29/01/2021


Tábata Araújo do Nascimento nos procurou pelo canal Ligue Câncer (0800 773 1666) para se informar sobre como colocar sua mãe na fila para ser atendida pelo SUS.

Sua mãe, Rosa de Araújo, de 52 anos, esteve internada no hospital Grajaú do dia 26 de agosto de 2020 até 5 de setembro para rastreamento de um câncer colorretal depois de apresentar fortes dores e desmaios. 

Ela realizou uma série de exames como de sangue, ultrassonografias, ressonância e uma colonoscopia, que não foi concluída por conta de problemas no preparo. Como o agendamento para refazer o procedimento estava demorando, a filha levou a mãe para passar com uma médica particular e o resultado da biópsia ficou pronto por volta do dia 30 de setembro, constatando câncer colorretal com metástase no fígado.
 
Ao levar o resultado à equipe médica do hospital Grajaú, a filha da paciente foi informada que teria que agendar a consulta somente para o dia 22 de outubro e que provavelmente ainda teria que fazer mais exames para fechar o diagnóstico. 

Além dos desafios já comuns enfrentados pelos pacientes com câncer, vale lembrar que tudo isso ainda aconteceu em meio à pandemia de coronavírus. “Desde o começo de setembro já tínhamos o diagnóstico fechado, mas não conseguíamos consulta, nem iniciar o tratamento. E como sei que tem a lei dos 60 dias, conforme vocês me orientaram, queria saber como resolver tudo isso”, conta Tábata. 

No dia 13 de outubro, nossa equipe do Ligue Câncer orientou que Tábata levasse os resultados dos exames e da biópsia ao Posto de Saúde e tentasse conversar com a assistente social ou com a enfermeira chefe da unidade para que sua mãe fosse inserida o quanto antes na regulação. 

No dia 22, a paciente passou por consulta com um cirurgião oncológico no AME Interlagos, que indicou iniciar o tratamento com cirurgia. Rosa, que tem esquizofrenia, disse que não queria fazer o procedimento, e o médico orientou que Tábata pedisse uma carta de autorização ao psiquiatra que a acompanha justificando que a paciente não responde por si e quem autoriza a cirurgia são os filhos.

Em 6 de novembro, o hospital Grajaú entrou em contato pedindo que ela fosse até a unidade no dia 9 para internação e realização da cirurgia, que foi feita no dia 11, cerca de 40 dias depois do resultado da biópsia. 

“Trabalho na indústria farmacêutica e como estava passando por dificuldades para iniciar o tratamento da minha mãe, conversei com a equipe de advocacy da empresa e eles me indicaram o Oncoguia. Nos hospitais eles não explicam as coisas direito e ficamos perdidas. Com as várias orientações que recebi de vocês, conseguimos que minha mãe fizesse a cirurgia”, conclui Tábata.

Orientamos também que o psiquiatra e o oncologista de Rosa trabalhassem juntos para cuidar da paciente, a fim de manejar os tratamentos oncológico e psiquiátrico para que não houvesse interferência de um no outro.  

Se você também precisa de orientação ou apoio, conte conosco! Entre em contato pelo canal Ligue Câncer no telefone 0800 773 1666, de segunda a sexta, das 10h às 17h, e fale com nossa equipe de especialistas em atendimento!
 



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive