Espaço do

Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Confira aqui os depoimentos


  • Rosilaine da Silva Queiroz - Câncer de Esôfago
    A vida é de muita luta, não podemos desistir confiemos sempre em Deus
Gostaria de deixar o meu depoimento. Minha mãe era tudo para mim, minha base, me deu muito amor quando eu mais precisava.
 
O câncer é uma doença silenciosa, os médicos não investigam de forma correta, essas e outras intercorrências levaram minha mãe há quatro meses, que tem sido muito difíceis para mim.
 
Era muito triste ver a minha mãe que tanto amo, parando de comer, sentindo dores e mais dores; a levei em vários médicos que acusavam ser uma simples gastrite. Realizaram um exame de endoscopia um ano atrás e nada foi diagnosticado. Pedi várias vezes para repetirem os exames, mas nenhum médico achou necessário.
 
Quando encontrei um médico que pediu para repetir o exame, logo suspeitou de câncer e pediu uma biópsia. Foi um mês de muito sofrimento e não aceitação do fato. Quando a biópsia chegou, estava lá, câncer no esôfago. Minha mãe, que nunca tinha fumado, bebido, com uma doença tão grave.
 
Tratamos logo de cuidar, procurar tratamento. O oncologista disse que pela idade da minha mãe, 79 anos, seria tratada apenas com radioterapia. Essa informação nos encheu de esperança de voltar a ver minha mãe se alimentar, visto que tinha perdido peso. O médico solicitou que minha mãe passasse por um procedimento de gastrostomia, que é a colocação de uma sonda alimentar. Assim, ela foi internada, não sabia da doença, mas aceitou internar porque já estava se sentindo muito fraca.
 
Realizou a cirurgia, mas devido ao câncer, que tirou toda a sua imunidade, uma infecção urinária fez com que ficasse mais fraca precisando ficar na UTI.
 
Ficou dois meses na UTI. Primeiro foi a função respiratória que ficou comprometida, a função renal, mas eu não perdia a esperança de levar a minha mãe para casa e começar o tratamento. Foram dias de muito sofrimento, muito mesmo, vendo a pessoa que eu mais amava no mundo ali, me pedindo um pouco de água e eu sem poder dar.
 
Minha mãe estava consciente, todos os dias conversava comigo, não podia mais ouvir o som da sua voz, mas lia os seus lábios e aprendi a entender o olhar, o sorriso e os gestos da minha mãezinha. Todos os dias em oração pedia por ela, tinha tanta esperança, pois hora nenhuma os médicos me desenganaram, estavam lutando por ela, mas a infecção era algo muito grave.
 
Meu Deus, me lembro do dia que vi a minha mãe pela ultima vez. Falou comigo que estava sentindo dores na barriga. Eu e meu irmão falamos com a enfermeira que disse que não era nada sério. Como a visita na UTI era rápida fui embora com a esperança de ver a minha mãe bem no outro dia porque os médicos estavam bem confiantes, mas de madrugada recebi uma ligação que acabou com a minha vida, algo tinha acontecido com a minha mãe no hospital.
 
Corri para lá e minha mãe tinha acabado de falecer, uma terrível infecção urinária fez o coração da minha mãe parar, mas a infecção só foi mortal porque o organismo estava fraco devido ao câncer no esôfago, um câncer muito grave, segundo os médicos.
 
Minha mãe que tanto lutou para viver, não deu tempo de se tratar, tínhamos tanta esperança. Hoje, me encontro sem chão sem a minha mãe, não tem um só dia que não lembro dela naquele hospital, na minha vida, nos momentos bons e ruins que passamos juntas.
 
Todos os dias olho para o seu retrato e falo o quanto a amo e quanto é importante para mim. Sei que onde está não há sofrimento, mas para mim é muito difícil.
 
Coloco aqui a importância de médicos darem mais atenção ao paciente, investigarem realmente o que o paciente tem, pois essa maneira errônea de tratá-los faz com que muitas vidas sejam ceifadas.
 
Sei que um dia vou me encontrar com minha mãezinha, dizer o quanto a amo e quanto ela era importante para mim. Lembro das muitas vezes em que me ensinou a ter fé e tenho confiança que Deus vai me ajudar e me ensinar a caminhar na saudade de minha mãe
 
Mãe eu te amo para sempre, fica bem...


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 254

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 255

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 256