De Familiar

para Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio

Confira aqui os depoimentos


  • Debora Galdina Batista da Silva - Mieloma Múltiplo
    Deus abençoe cada paciente e conforte cada família!
Eu, Debora esposa do paciente Narciso Conceição, vivenciei esse grande drama juntamente com meu esposo desde agosto de 2014 quando teve uma pequena fratura na coluna e começou a tratar como se fosse uma dor lombar, ele mesmo se diagnosticou e prescrevia medicação.

Passou agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro e com o mesmo sintoma. As medicações não estavam mais fazendo efeito, até que no dia 05 de dezembro ele resolveu procurar seu amigo, médico ortopedista, para pedir uma avaliação, pois nao aguentava mais de dor.

Com isso, o doutor solicitou uma ressonância magnética da coluna em que foi diagnosticado cinco fraturas de vértebras. O médico achou estranho e procurou a opinião de outro médico hematologista que na mesma hora solicitou um mielograma. Assim, no dia 20 de janeiro saiu o diagnóstico de mieloma múltiplo e começou a nossa luta para vencê-lo.

Quimioterapia, radioterapia, mau estar e no final sempre a plaqueta baixa, chegando a 10 mil. Corríamos para o hospital para transfusão de sangue e plaqueta. 

Foi assim até setembro e no mês de outubro teve um descanso para fazer o transplante de medula, em novembro. 

Estávamos todos alegres pelo grande dia, mas no dia 9 de outubro teve que ir ao hospital novamente com plaquetas baixas (10 mil) e assim, começaram novamente as sessões de transfusão de sangue e plaquetas. 

Ele sentia muita fraqueza por ter perdido 20 kg desde o seu diagnóstico e no dia 13 de outubro começou a sentir muita falta de ar, diarréia com presença de sangue a ponto de ir para UTI e desde esse dia me agarrei a meu Deus para que meu marido se recuperasse. No entanto, nesse momento na UTI, ele pegou uma infecção pulmonar, pneumonia e veio a óbito no dia 24 de outubro.

Eu quis relatar isso para que vocês nunca pensem em desistir. Sinto muita falta do meu esposo, eu e minha filha, mas Deus quis assim evitando sofrimento maior, porque sabemos que esse câncer não tem cura.

No entanto, nunca deixe de lutar e peça sempre para Deus sabedoria e força. Hoje o meu desejo é montar uma casa de apoio para amparar os pacientes com esse tipo de câncer, porque tem muitos que vêm para Mato Grosso, não tem nem onde ficar e nem um tipo de apoio.

Deus abençoe cada paciente e conforte cada família!


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive