Tipos de Câncer

Câncer de Colo do Útero


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sobre o Câncer do Colo de Útero

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/04/2015 - Data de atualização: 11/02/2020


Lesões pré-cancerígenas do colo do útero

As células na zona de transição não se transformam repentinamente em câncer. Primeiramente, as células normais do colo do útero sofrem gradualmente alterações anormais chamadas de lesões pré-cancerígenas. Os médicos usam vários termos para descrever essas alterações pré-cancerígenas, incluindo neoplasia intraepitelial de colo do útero (NIC), lesão intraepitelial espinocelular e displasia.

Neoplasia intraepitelial do colo do útero

Quando os pré-cânceres são identificados em laboratório, são classificados em uma escala que varia de 1 a 3, com base na quantidade de tecido anormal encontrado:

  • NIC1 (displasia leve ou SIL de baixo grau), pouco tecido parece anormal e é considerado a lesão pré-cancerígena menos grave do colo do útero.
  • NIC2 ou NIC3 (displasia moderada/grave ou lesão intraepitelial espinocelular de alto grau), mais tecido aparece anormal; lesão intraepitelial espinocelular de alto grau é a lesão pré-cancerígena mais grave.

Embora o câncer de colo do útero se origina nas células com alterações pré-cancerígenas, apenas algumas mulheres com câncer de colo do útero desenvolverão a doença. Para a maioria das mulheres, as células pré-cancerígenas desaparecem sem nenhum tratamento. Mas, em algumas mulheres, os pré-cânceres se tornam invasivos. O tratamento de lesões pré-cancerígenas pode prevenir quase todos os cânceres de colo do útero.

As lesões pré-cancerígenas podem ser diagnosticadas realizando o exame de Papanicolaou e posteriormente tratadas para impedir o desenvolvimento de um câncer.

Tipos de câncer de colo do útero

Os principais tipos de câncer de colo do útero são o carcinoma espinocelular e o adenocarcinoma.

  • 90% dos cânceres de colo do útero são de carcinomas espinocelulares. Esses cânceres se desenvolvem a partir de células do exocervice e as células cancerígenas têm características de células escamosas sob o microscópio.
  • A maioria dos outros tipos de câncer colo do útero são adenocarcinomas. São tumores que se desenvolvem a partir de células das glândulas. O adenocarcinoma de colo do útero se desenvolve a partir das células glandulares produtoras de muco do endocervice.
  • Com menos frequência estão os cânceres do colo do útero que têm características comuns aos carcinomas espinocelulares e adenocarcinomas, são os denominados carcinomas adenoescamosos ou carcinomas mistos.

Embora quase todos os cânceres de colo do útero sejam ou carcinomas espinocelulares ou adenocarcinomas, outros tipos de câncer também pode se desenvolver no colo do útero. Por exemplo, melanoma, sarcoma e linfoma, que ocorrem mais frequentemente em outras partes do organismo.

Fonte: American Cancer Society (03/01/2020)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive