top
Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[EXECUTIVO] Ministério da Saúde decide não incorporar dexrazoxano

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/06/2016 - Data de atualização: 13/06/2016


O que houve?
 
Nesta sexta-feira 10/06 o Ministério da Saúde publicou, por meio da portaria nº 25/2016, a decisão de não incorporar o medicamento dexrazoxano para prevenção de cardiomiopatias associadas à utilização de antraciclinas.

As cardiomiopatias são doenças que afetam o coração. O tratamento do câncer infantil utiliza em grande parte do tratamento medicamentos da classe das antraciclinas que está frequentemente associado ao aparecimento de cardiotoxicidade. A Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica solicitou ao Ministério da Saúde a análise da utilização do medicamento dexrazoxano como forma de prevenção da cardiotoxicidade causada durante a sessão de quimioterapia a fim de prevenir a lesão ao tecido do coração e, por conseguinte a função do ventrículo.

De acordo com o Ministério da Saúde não foram encontrados estudos que demonstrassem a eficácia do medicamento em pacientes pediátricos diante de desfechos clínicos importantes, como desenvolvimento de insuficiência cardíaca sintomática ou internações.

E agora?


A matéria poderá ser submetida a um novo processo de avaliação pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) caso sejam apresentados fatos novos que possam alterar o resultado da análise efetuada.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive