Tipos de Câncer

Tumores Ósseos

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Bayer Janssen MSD Takeda Astellas UICC Libbs Abbvie Ipsen Sanofi Daiichi Sankyo GSK Avon Nestlé Servier


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tipos de tumores ósseos

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/12/2012 - Data de atualização: 08/02/2022


Os principais tipos de tumores ósseos são:

  • Osteossarcoma. O osteossarcoma ou sarcoma osteogênico é o câncer ósseo primário mais frequente e se inicia nas células ósseas. Ocorre mais frequentemente em pessoas com idades entre 10 a 30 anos, mas cerca de 10% dos casos ocorrem em pessoas com mais de 60 anos, sendo mais frequente em homens do que em mulheres. Esses tumores se desenvolvem com mais frequência nos ossos dos braços, pernas e pelve.
     
  • Tumor de Ewing. É o segundo tipo mais frequente de tumor ósseo em crianças, adolescentes e adultos jovens e o terceiro tipo mais comum de tumor ósseo em geral. É raro em adultos com mais de 30 anos. A maioria dos tumores de Ewing se desenvolve nos ossos, mas podem se iniciar em outros órgãos e tecidos. Os locais mais frequentes são a pelve, parede torácica e ossos das pernas ou braços. O sarcoma de Ewing ocorre com mais frequência em pessoas brancas.
     
  • Condrossarcoma. É um câncer que se desenvolve nas células que formam a cartilagem. É o segundo tipo mais frequente de tumor ósseo primário. Esse tumor é raro em pessoas com idade inferior a 20 anos. Os condrossarcomas podem se desenvolver em qualquer lugar onde exista cartilagem, como pelve, pernas ou braços. Ocasionalmente, aparecem na traqueia, laringe, parede torácica, escápula, costelas ou crânio. Alguns condrossarcomas têm características distintas e possuem diferentes prognósticos:
  1. Condrossarcoma diferenciado. Se inicia como condrossarcoma típico, mas, em seguida, algumas partes do tumor se transformam em células similares às do osteossarcoma ou fibrossarcoma. Esta variante do condrossarcoma tende a ocorrer em pacientes mais velhos e é mais agressivo do que os condrossarcomas habituais.
  2. Condrossarcomas mesenquimais. Tendem a se desenvolver em adultos mais jovens. Podem crescer rapidamente e são mais propensos a recidivar após o tratamento.
  3. Condrossarcoma de células claras. São raros e de desenvolvimento lento. Raramente se disseminam para outros órgãos, a menos que já tenham recidivado localmente várias vezes.
  • Sarcoma  pleomórfico indiferenciado de alto grau.  Anteriormente conhecido como histiocitoma fibroso maligno ocorre com mais frequência no tecido conjuntivo, como ligamentos, tendões, gordura e músculo, do que nos ossos. É raro nos ossos, mas quando ocorre, geralmente, afeta as pernas ou braços. Esse tipo de câncer ocorre com mais frequência em idosos e adultos, sendo raro em crianças. Ele tende a crescer localmente, mas, às vezes, se dissemina para outras partes do corpo, como pulmões.
     
  • Fibrossarcoma. É um tipo de tumor que se desenvolve mais frequentemente em tecidos moles. Ocorre geralmente em adultos e idosos. Os ossos mais atingidos são os das pernas, braços e maxilares.
     
  • Tumor ósseo de células gigantes. Esse tipo de tumor, geralmente, afeta os ossos das pernas ou dos braços, sendo mais frequente em adultos. Normalmente, não se disseminam para outros órgãos, mas tendem a recidivar localmente após a cirurgia. Essa recidiva local pode ocorrer várias vezes, aumentando a chance do tumor se disseminar para outros órgãos. Raramente, um tumor ósseo de células gigantes se espalha para outros órgãos sem antes ter recidivado localmente.
     
  • Cordoma. Este tipo de tumor ósseo geralmente se forma na base do crânio e ossos da coluna vertebral. É mais frequente em adultos maiores de 30 anos, e é duas vezes mais comum em homens do que em mulheres. Os cordomas têm um crescimento mais lento e muitas vezes não se disseminam para outras partes do corpo, mas podem recidivar localmente, se não forem removidos completamente. Quando se disseminam, os locais mais frequentes são os linfonodos, pulmões ou fígado.

Outros tipos de cânceres que se desenvolvem nos ossos

Outros tipos de cânceres podem ser diagnosticados nos ossos, mas não começam nas células ósseas e não são tratados como tumores ósseos primários:

  • Mieloma múltiplo. Esse tipo de câncer quase sempre se desenvolve nos ossos, mas é um tumor que começa nas células plasmáticas da medula óssea. Às vezes, o mieloma pode ser diagnosticado como um único tumor, denominado plasmocitoma, em um único osso, mas na maioria das vezes ele se dissemina para outros ossos.
     
  • Leucemias. As leucemias se iniciam nas células formadoras de sangue da medula óssea, não no próprio osso. A maioria delas são cânceres de formas iniciais de glóbulos brancos, mas também podem se iniciar em outros tipos de células sanguíneas.
     
  • Linfoma não Hodgkin. Esse tipo de câncer geralmente se desenvolve nos linfonodos, mas às vezes se inicia no osso. O linfoma não Hodgkin primário do osso é uma doença disseminada porque geralmente muitos ossos estão envolvidos. O linfoma ósseo é tratado da mesma forma que os linfomas que começam nos linfonodos.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 17/06/2021, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive