Tipos de Câncer

Tumor Estromal Gastrointestinal (GIST)

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tipos de Tumores do Trato Gastrointestinal

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/07/2012 - Data de atualização: 06/08/2020


Esses tumores podem ocorrer em qualquer parte do trato gastrointestinal, do esôfago ao ânus, mas geralmente começam nas células glandulares que revestem a maior parte do trato gastrointestinal (GI), incluindo os cânceres de esôfago, estômago, cólon e reto. Os tumores que se desenvolvem nessas células são denominados adenocarcinomas.

Algumas partes do trato GI, como a parte superior do esôfago e o final do ânus, são revestidas por células planas chamadas células escamosas. Os tumores que começam nessas células são chamados de carcinomas de células escamosas.

O trato gastrointestinal também tem células neuroendócrinas. Essas células têm algumas características em comum com as células nervosas e com as células produtoras de hormônio (endócrinas). Os tumores neuroendócrinos podem se desenvolver a partir dessas células. O câncer neuroendócrino é raro no trato GI. Os tumores carcinoides são um exemplo de câncer neuroendócrino encontrado no trato GI.

Outros tipos raros de câncer que podem se formar no trato GI incluem diferentes tipos de sarcomas de partes moles, como leiomiossarcomas, angiossarcomas e tumores do neurônio periférico.

O GIST é diferente dos outros cânceres do trato gastrointestinal. Eles começam em diferentes tipos de células e são diferentes em relação ao tratamento e prognóstico. Por essa razão que os médicos precisam ter certeza se o tumor no trato GI é GIST, algum outro tipo de câncer ou uma condição benigna.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 01/12/2019, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive