Tipos de Câncer

Câncer de Mama Avançado


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Monitorando a resposta ao tratamento do Câncer de Mama Avançado

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 23/08/2014 - Data de atualização: 23/09/2020


Os tumores frequentemente desenvolvem resistência (param de responder) aos medicamentos usados no tratamento do câncer de mama avançado. Assim, é comum modificar as terapias com o passar do tempo. Geralmente, ao iniciar um tratamento medicamentoso, o médico acompanha a paciente para observar se:

  • O tratamento controla o crescimento do tumor.
  • Os efeitos colaterais do tratamento podem ser aceitáveis.

Durante o tratamento são realizadas consultas que podem variar em frequência, dependendo do tipo de tratamento e das condições da paciente, nas quais o médico faz um exame físico e solicita exames de imagem, como raios X ou tomografia computadorizada, para verificar se a doença está respondendo ao tratamento. Isso é denominado reestadiamento. Se o tratamento é eficaz e a paciente tolerar os efeitos colaterais, no momento do reestadiamento, o tratamento geralmente continua. Se o tratamento não for eficaz é modificado, de forma geral os medicamentos são trocados por outras opções medicamentosas.

Marcadores tumorais

Em alguns casos, os exames de sangue para os marcadores tumorais também podem ser realizados para monitorar a resposta da doença ao tratamento. Podem ser solicitados periodicamente os marcadores tumorais CA15-3 ou CA27.29. Não existe nesses marcadores uma pontuação que signifique que o tumor se disseminou e que a doença progrediu. Se o resultado desse exame mostra valores que aumentam ou diminuem  pode fornecer algumas informações sobre a disseminação do tumor, mas isto tem que ser confirmado com documentação da progressão da lesão em exames de imagem.

Os marcadores tumorais não são úteis para todos os casos. Algumas pacientes com resultados elevados dos marcadores não apresentam doença, enquanto outras com tumores em crescimento podem apresentar níveis normais.

Texto originalmente publicado no site da Susan G. Komen, em 29/06/2020, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive