Tipos de Câncer

Câncer de Pâncreas

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Bayer Janssen MSD Takeda Astellas UICC Libbs Abbvie Ipsen Sanofi Daiichi Sankyo GSK Avon Nestlé Servier


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fatores de risco para câncer de pâncreas

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 26/09/2015 - Data de atualização: 08/06/2022


Um fator de risco é algo que afeta sua chance de contrair uma doença como o câncer. Diferentes tipos de câncer apresentam diferentes fatores de risco. Alguns fatores como fumar, podem ser controlados, enquanto, outros, como histórico pessoal, idade ou histórico familiar, não podem ser alterados.
 
Ter um fator de risco ou mesmo vários, não significa que você vai ter uma doença como o câncer. Muitas pessoas que contraem a doença podem não estar sujeitas a nenhum fator de risco conhecido. Se uma pessoa com câncer de pâncreas tem algum fator de risco, muitas vezes é muito difícil saber o quanto esse fator pode ter contribuído para o desenvolvimento da doença.
 
Vários fatores de risco podem tornar uma pessoa mais propensa a desenvolver câncer de pâncreas.
 
Fatores de risco que podem ser alterados

  • Tabagismo. O tabagismo é um dos fatores de risco mais importante para o câncer de pâncreas. O risco de desenvolver a doença é cerca de duas vezes maior entre os fumantes em comparação com aqueles que nunca fumaram. Cerca de 25% dos casos de câncer de pâncreas são causados pelo tabagismo. O tabagismo e o uso de produtos derivados do tabaco sem fumaça também aumentam o risco. No entanto, o risco de câncer de pâncreas começa a cair quando a pessoa para de fumar.
     
  • Obesidade. Pessoas acima do peso são mais propensas a desenvolver câncer de pâncreas. Pessoas com índice de massa corporal (IMC) 30 ou mais são 20% mais propensas a desenvolver câncer de pâncreas. Aumentar o peso na fase adulta também pode aumenta o risco desenvolver a doença. Ter um peso extra ao redor da cintura pode ser um fator de risco, mesmo em pessoas que não estejam muito acima do peso.
     
  • Diabetes. O câncer de pâncreas é mais frequente em pessoas com diabetes, mas a razão para essa ligação é desconhecida. A maior parte é em pessoas com diabetes tipo 2. Esse tipo de diabetes está aumentando em crianças e adolescentes conforme a obesidade aumenta nessas faixas etárias. O diabetes tipo 2 em adultos também está, muitas vezes, relacionado ao excesso de peso ou obesidade. Ainda não está claro se as pessoas com diabetes tipo 1 também têm um risco mais elevado.
     
  • Pancreatite crônica. A pancreatite crônica, uma inflamação a longo prazo do pâncreas, está associada a um risco aumentado de câncer de pâncreas. A pancreatite crônica é frequentemente observada pelo uso excessivo do álcool e tabagismo.
     
  • Exposição ocupacional. A exposição ocupacional a certos produtos químicos usados nas indústrias de limpeza e metalurgia pode aumentar o risco de câncer de pâncreas.

Fatores de risco que não podem ser alterados

  • Idade. O risco de desenvolver câncer de pâncreas aumenta com a idade. Quase todos os pacientes têm mais de 45 anos. Cerca de dois terços dos pacientes diagnosticados com câncer de pâncreas têm pelo menos 65 anos. A idade média no momento do diagnóstico é de 70 anos.
     
  • Gênero. Os homens são um pouco mais propensos a desenvolver câncer de pâncreas do que as mulheres. Isso pode ser devido, pelo menos em parte, ao maior consumo de tabaco entre os homens.
     
  • Raça. Pessoas de raça negra são mais propensas a desenvolver câncer pancreático do que brancos. As razões para isso não estão claras, mas pode ser em parte devido a outros fatores de risco, como diabetes, tabagismo e excesso de peso.
     
  • Histórico familiar. Em algumas famílias, o risco elevado de câncer de pâncreas pode ser devido a uma síndrome hereditária. Em outras famílias, o gene que causa o aumento do risco não é conhecido.
     
  • Síndromes genéticas hereditárias. Mutações genéticas hereditárias são cópias anormais de certos genes que podem ser passados de pai para filho. Esses genes são responsáveis por 10% dos cânceres de pâncreas e podem provocar também outros problemas. Exemplos das síndromes genéticas que podem causar câncer de pâncreas incluem: síndrome hereditária de mama e do câncer de ovário, câncer de mama hereditário, síndrome do melanoma múltiplo atípico familiar, pancreatite familiar, síndrome de Lynch e síndrome de Peutz-Jeghers.
     
  • Pancreatite crônica (devido a uma alteração genética). Uma pequena porcentagem de casos de pancreatite crônica são devido a uma mutação genética herdada, fazendo que as pessoas com esta forma hereditária de pancreatite tenham um risco aumentado de desenvolver câncer de pâncreas.

Fatores com efeitos incertos no risco                 

  • Dieta. Dietas com carnes vermelhas e processadas e gorduras saturadas podem aumentar o risco de câncer de pâncreas. Bebidas açucaradas também podem aumentar esse risco. Entretanto, mais pesquisas ainda são necessárias para confirmação.
     
  • Sedentarismo. Algumas pesquisas sugerem que a falta de atividade física pode aumentar o risco de contrair câncer de pâncreas. Mas, isso ainda não é um consenso científico. A atividade física regular pode ajudar a reduzir o risco de câncer de pâncreas.
     
  • Café. Alguns estudos mais antigos sugerem que beber café pode aumentar o risco de câncer de pâncreas, entretanto estudos mais recentes não confirmaram isso.
     
  • Álcool. Alguns estudos mostraram uma relação entre o consumo de álcool e o câncer de pâncreas. O consumo excessivo de álcool pode levar a condições como a pancreatite crônica, que é conhecida por aumentar o risco de câncer de pâncreas.
     
  • Infecções. Algumas pesquisas sugerem que a infecção do estômago por Helicobacter pylori (H. pylori) ou a Hepatite B pode aumentar o risco de câncer de pâncreas. Entretanto mais estudos são necessários.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 09/06/2020, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive