Tipos de Câncer

Câncer de Mama em Homens

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fatores de Risco para Câncer de Mama em Homens

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/01/2017 - Data de atualização: 26/06/2019


Um fator de risco é algo que afeta sua chance de contrair uma doença como o câncer. Diferentes tipos de câncer apresentam diferentes fatores de risco. Alguns como fumar, por exemplo, podem ser controlados; no entanto outros não, por exemplo, idade e histórico familiar. Embora os fatores de risco possam influenciar o desenvolvimento do câncer, a maioria não causa diretamente a doença. Algumas pessoas com vários fatores de risco nunca desenvolverão um câncer, enquanto outros, sem fatores de risco conhecidos poderão fazê-lo.

Ter um fator de risco ou mesmo vários, não significa que você vai ter a doença. Muitas pessoas com a enfermidade podem não estar sujeitas a nenhum fator de risco conhecido. Se um homem com câncer de mama tem algum fator de risco, muitas vezes é difícil saber o quanto esse fator pode ter contribuído para o desenvolvimento da doença.

Fatores que podem aumentar o risco de um homem desenvolver câncer de mama:

  • Envelhecimento. O envelhecimento é um fator de risco importante para o desenvolvimento do câncer de mama em homens. Os homens são diagnosticados em média aos 72 anos.
     
  • Histórico familiar. O risco de câncer de mama aumenta se parentes próximos da família tiveram câncer de mama. Cerca de 20% dos homens com câncer de mama têm um parente próximo (do sexo masculino ou feminino) com a doença.
     
  • Mutações genéticas hereditárias. Homens com alterações no gene BRCA2 têm um risco aumentado para câncer de mama. As alterações no gene BRCA1 também podem causar câncer de mama em homens, mas o risco não é tão elevado quanto para as mutações no gene BRCA2. As alterações nos genes CHEK2, PTEN e PALB2 também podem ser responsáveis por alguns tipos de câncer de mama em homens.
     
  • Síndrome de Klinefelter. A síndrome de Klinefelter é uma condição congênita que afeta 0,1% dos homens. Os homens com síndrome de Klinefelter têm testículos menores que o normal. Muitas vezes, eles são inférteis, por não produzirem espermatozoides funcionais. Comparados com outros homens, eles têm baixos níveis de andrógenos e aumentados de estrogênios, por isso frequentemente desenvolvem ginecomastia. Homens com a síndrome de Klinefelter são mais propensos a ter câncer de mama do que homens sem a doença. Ter essa condição pode aumentar o risco entre 20 a 60 vezes o risco de um homem na população em geral.
     
  • Exposição às radiações. Os homens que já fizeram radioterapia da parede torácica para outras doenças, como por exemplo, linfoma, tem um risco aumentado de desenvolver câncer de mama.
     
  • Alcoolismo. O alto consumo de bebidas alcoólicas aumenta o risco de câncer de mama em homens. Isso pode ser devido aos efeitos do álcool sobre o fígado.
     
  • Doença hepática. O fígado desempenha um importante papel no metabolismo dos hormônios sexuais. Os homens com doenças no fígado, como cirrose, têm níveis relativamente baixos de andrógenos e níveis mais altos de estrogênio. Eles têm ginecomastia e um risco aumentado de câncer de mama.
     
  • Tratamento com estrogênio. Medicamentos com estrogênio usados na terapia hormonal do câncer de próstata podem aumentar ligeiramente o risco de câncer de mama. Os homossexuais que tomam altas doses de estrogênios como parte do processo de mudança de sexo podem ter um risco aumentado de câncer de mama. Entretanto, ainda não existem estudos sobre o risco de câncer de mama em homossexuais, por isso não está totalmente claro qual é seu risco para câncer de mama.
     
  • Obesidade. A obesidade é, provavelmente, um fator de risco para câncer de mama masculino, uma vez que as células de gordura do corpo convertem os hormônios masculinos (andrógenos) em hormônios femininos (estrogênios). Isso significa que os homens obesos têm níveis mais altos de estrogênio em seu corpo.
     
  • Condições dos testículos. Certas condições, como ter um testículo encarcerado, ter caxumba quando adulto ou tiver um ou ambos os testículos removidos cirurgicamente (Orquiectomia) pode aumentar o risco de câncer de mama masculino.

Fonte: American Cancer Society (27/04/2018)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive