Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Vivendo com câncer: uma condição crônica

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 16/08/2018 - Data de atualização: 16/08/2018


Avanços significativos foram feitos no tratamento oncológico, de modo que mesmo quando a cura não é possível, muitos tipos de câncer podem ser controlados e administrados por longos períodos de tempo. Atualmente, muitos pacientes em tratamento para alguns tipos de câncer são considerados portadores de uma condição crônica. No entanto, esses pacientes necessitam de tratamento contínuo para controlar essa condição, e o tratamento geralmente é realizado com medicamentos administrados por via oral para que os próprios pacientes possam administrá-los sozinhos, assim, como medicações para diabetes ou pressão alta. Entretanto, isso exige que o paciente assuma a responsabilidade pelo gerenciamento da doença, e o sucesso do tratamento exige que o paciente siga cuidadosamente o esquema de tratamento e tome o medicamento prescrito corretamente. A completa adesão às terapias medicamentosas orais é fundamental para a eficácia do tratamento.

A adesão é fundamental

É importante que as prescrições e as instruções do médico sejam seguidas corretamente:

  • Muitos medicamentos prescritos estão baseados em estudos que avaliam os benefícios e riscos em doses específicas e horários de administração. Portanto, se esses medicamentos não forem tomados como indicado, podem não produzir os efeitos esperados.
  • Alguns medicamentos podem provocar efeitos colaterais desagradáveis. Se isso ocorrer, converse com seu médico para que ele possa avaliar as possíveis causas, e considerar alterações na dose ou horário, com base em melhores práticas, ou considerar tratamentos alternativos.

Importante:

  • Preste sempre atenção às doses prescritas e siga cuidadosamente as instruções.
  • Se as instruções dizem para não tomar o medicamento com alimentos, não o faça, pois isso quer dizer que a absorção da medicação pelo organismo pode ser afetada. Isso tornará o medicamento mais tóxico se for tomado com comida, ou seja, poderá se tornar ineficaz se não for tomado exatamente como indicado.
  • Os medicamentos também são metabolizados de forma diferente,  portanto é importante seguir o cronograma prescrito. Por exemplo, se você deve tomar o medicamento com intervalos de 8 horas, em vez de 12 horas de intervalo, o resultado esperado será muito diferente.
  • Se por qualquer razão você não conseguir o medicamento ou não puder iniciar o uso da medicação da data prevista, avise seu médico para que ele possa pensar em outra alternativa de tratamento para o momento.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive