Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Vacina do HPV também protege homens de câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 04/11/2020 - Data de atualização: 04/11/2020


A vacina contra o HPV, ou Papiloma Vírus, conhecida por prevenir o câncer de colo de útero, está relacionada não apenas à prevenção deste tipo da doença, mas também a outros tipos de câncer, como o de pênis, ânus, orofaringe e outros.

O Papiloma Vírus é um dos responsáveis pelas doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) mais comuns do mundo e que nos homens costumam provocar lesões como: verrugas genitais e infecções que atingem a pele do pênis ou ânus e as partes em torno dele, alterações pré-cancerígenas, que podem acarretar em alguns tipos de câncer, como: câncer no pênis, no ânus, na boca, na garganta, nos pés e nas mãos.

No mês em que a saúde masculina ganha destaque, especialistas lembram que além do câncer de próstata outras doenças podem ter diagnóstico precoce ou até mesmo serem evitadas.

“O HPV é transmitido através da relação sexual, seja ela uma relação vaginal, anal ou oral. Esse é um tipo de infecção que pode ser silenciosa, ou progredir de forma lenta, tendo os sintomas descobertos apenas quando já está em um estágio mais avançado. Por isso a importância dos exames rotina”, afirma o médico Jairo Lyra Filho, urologista oncológico e cirurgião robótico do Instituto de Câncer de Brasília (ICB).

Prevenção
Uso do preservativo (camisinha) feminino ou masculino nas relações sexuais é a principal forma de prevenção do HPV. Outra forma muito importante é a vacinação.

No Brasil, as campanhas de vacinação contra o HPV ocorrem em março e setembro, mas a vacina permanece o ano inteiro disponível nas Unidades Básicas de Saúde do SUS e também em laboratórios privados. Devem tomá-la as meninas de 9 a 14 anos e também os meninos de 11 a 14 anos.

Em países como Estados Unidos, Suécia e Canadá, as taxas de infecção oral pelo vírus já caíram até 80% com a imunização. E na Austrália, o primeiro a iniciar a vacinação, o HPV é, atualmente, um microorganismo praticamente eliminado.

Fonte: Jornal de Brasília



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive