Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

USP de São Carlos desenvolve biossensor que identifica câncer de próstata em 1 hora

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 10/02/2020 - Data de atualização: 10/02/2020


Biossensor criado na USP de São Carlos é capaz de identificar o câncer de próstata e também descobrir se a pessoa tem predisposição — Foto: Wilson Aiello/EPTV

Pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com o Hospital de Amor de Barretos (SP), desenvolveram um biossensor capaz de identificar o câncer de próstata e também descobrir se a pessoa tem predisposição a desenvolver a doença em apenas uma hora.

A tecnologia tem baixo custo – cerca de R$ 4 por teste – e é menos invasiva que os exames disponíveis atualmente. Segundo o Instituto, ela ainda está em processo de patente e pode levar alguns anos para chegar ao mercado.

Inovação

O novo biossensor é uma lâmina que tem uma camada de ouro, nanotubos de carbono, quitosana e um pó extraído da casca do camarão.

Durante o exame, o pesquisador deposita as células do paciente, que podem ser coletadas da urina ou do sangue, na lâmina. Em seguida, o sensor é colocado no equipamento em que é feita a análise.

De acordo com o professor do IFSC Osvaldo Novais de Oliveira Júnior, um dos diferenciais do biossensor é que o resultado do exame fica pronto em apenas uma hora. Além disso, ele garante que o resultado é mais específico e pode eliminar outros procedimentos.

“Hoje, a detecção do câncer de próstata é feita com o exame de toque retal e um teste de sangue de PSA e, infelizmente, este não é específico para o câncer de próstata. Ou seja, os valores podem ser altos devido a uma prostatite ou um aumento da próstata que não é necessariamente câncer”, disse.

Para testar a eficiência do biossensor, o IFSC mantém uma amostragem de 50 pacientes que têm a doença. Em todos os casos o novo método mostrou eficiência.

Vantagens

Biossensor criado na USP de São Carlos dá resultado em apenas 1 hora — Foto: Wilson Aiello/EPTV

De acordo com a pesquisadora Juliana Coatrini Soares, que participou da criação do método, outra vantagem do biossensor é a capacidade em diagnosticar a predisposição e os vários estágios do câncer.

“Esse teste não mostra apenas a predisposição em desenvolver o câncer de próstata, mas também detecta o câncer em estágio inicial. Com isso, o tratamento pode ser iniciado mais cedo e aumenta a vida do paciente”, disse.

Além disso, o custo do procedimento também é muito inferior ao dos exames que hoje estão no mercado.

“O custo estimado de R$ 4 a R$ 5 por teste, o que é muito mais barato que os testes convencionais. Hoje pode ser aplicado inicialmente na cadeia de exames para detecção do câncer de próstata”, disse o pesquisador Andrey Coatrini Soares.

Tranquilidade

Professor teve que passar por vários procedimentos para confirmar que não tinha câncer — Foto: Wilson Aiello/EPTV

Nesse ano, o professor José Miguel Aguilera precisou fazer os exames de próstata e recebeu o resultado com as alterações.

Seguindo os procedimentos tradicionais, ele foi encaminhado para uma biópsia para diagnosticar um possível câncer.

“Se fosse com o novo teste, além de economizar seria mais rápido, eu já ficaria menos apreensivo e saberia se eu teria câncer no futuro, para que eu pudesse me cuidar mais”, disse.

Fonte: G1

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive