Tipos de Câncer

Câncer de Cavidade Nasal e Seios Paranasais

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tratamento paliativo para câncer de cavidade nasal e seios paranasais

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/10/2015 - Data de atualização: 16/07/2021


A manutenção da qualidade de vida do paciente é outro ponto bastante importante, independente se o paciente está em tratamento para curar a doença ou se a mesma já está muito avançada.  

Se o objetivo do tratamento é a cura, os tratamentos paliativos aliviam os sintomas do tratamento da doença. Se a doença se encontra em estágio avançado, o tratamento paliativo desempenha um papel ainda maior, mantendo o paciente confortável e com qualidade de vida pelo maior tempo possível.

Dor. É uma preocupação significativa para muitos pacientes com câncer. E quase sempre pode ser tratada eficazmente com medicamentos como o ibuprofeno ou paracetamol ou, se necessário, com medicamentos mais fortes, como morfina ou similares (conhecidos como opioides). Tomar esses medicamentos não significa se tornar dependente. Alguns estudos mostraram que pacientes que usam opioides para controle da dor orientados por seus médicos, não se tornaram dependentes.

Nutrição. É outra preocupação fundamental para os pacientes com câncer de cabeça e pescoço, cavidade nasal ou câncer dos seios paranasais. Tanto o tumor como seu tratamento podem provocar problemas para comer e beber. Em alguns casos, pode ser necessária a inserção de uma sonda de alimentação no estômago através de uma pequena incisão na pele do abdômen.

Estreitamento da cavidade nasal. Às vezes, a radioterapia pode fazer com que a cavidade nasal fique menor ou faça que os tecidos da mesma fiquem como que grudados, o que pode dificultar a respiração. Técnicas simples, como girar suavemente um cotonete com vaselina no nariz ou enxaguar o interior da cavidade nasal com soro fisiológico, podem ajudar a dilatar um pouco a área contraída e facilitar a respiração.

Linfedema. Alguns pacientes que fizeram radioterapia têm um risco aumentado de desenvolver linfedema nas áreas irradiadas da cabeça e do pescoço. Nesses casos, medicamentos, fisioterapia ou massagem terapêutica podem ser úteis.

Existem muitas outras maneiras do médico ajudar a manter a qualidade de vida e controlar os sintomas da doença e seus tratamentos. Mas isso significa que cada paciente deve manter sempre seu médico informado, como está se sentindo e quais os sintomas que está apresentando. Receber um tratamento eficaz pode ajudar o paciente a se sentir melhor, permitindo que ele se concentre em coisas importantes da sua vida.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 19/04/2021, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive