Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sugestão do Oncoguia vai para pauta da Comissão de Direitos Humanos do Senado

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/03/2018 - Data de atualização: 20/03/2018


O que houve?

O senador José Medeiros (PODE-MT) apresentou parecer favorável à SUG 11/2016, de autoria do Instituto Oncoguia, que sugere Projeto de Lei Ordinária para alterar a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. A sugestão pode ser votada nesta quarta-feira (21), às 14h, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado.

De acordo com o relator, "a sugestão insere nas atribuições dos gestores de saúde a obrigação de implementar ações que garantam a celeridade na realização de procedimentos no âmbito do SUS. Para o controle e a garantia dessa celeridade, o texto prevê: a) o fornecimento, a todo usuário do Sistema Único de Saúde, de protocolos de encaminhamento; e b) a publicidade das informações dos pacientes em filas de espera por procedimentos. Por fim, a minuta de projeto qualifica como improbidade administrativa os seguintes atos: a) deixar de elaborar e fornecer ao usuário do SUS os documentos e as informações previstos na norma legal; b) deixar de elaborar, atualizar ou publicar as listas de espera; e c) adulterar ou fraudar a lista de espera”.
 
O senador informa que a proposição "vem tentar garantir maior celeridade e transparência ao atendimento prestado aos pacientes no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)”.
 
José Medeiros propôs alguns ajustes no texto para adequá-lo às prescrições da Lei Complementar nº 95, de 26 fevereiro de 1998, que dispõe sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis. Informou que "o mais importante desses ajustes é, sem dúvida, posicionar toda a inovação sugerida ‒ e não apenas uma pequena parte dela ‒ dentro do escopo da norma legal em vigor”.

E agora?

Após aprovação na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, a matéria vai para a mesa diretora, onde receberá numeração e será definida por quais comissões será analisada.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive