Tipos de Câncer

Câncer de Próstata

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Rastreamento do Câncer de Próstata: Você deve fazer o PSA?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/06/2016 - Data de atualização: 29/06/2016


Decidir fazer o teste de PSA depende de uma variedade de fatores. Por esse motivo, elaboramos algumas dicas que podem ajudá-lo a tomar uma decisão sobre fazer (ou não) o exame.

Exames preventivos para câncer — incluindo o antígeno prostático específico (PSA) para procurar sinais de câncer de próstata — podem ser uma boa ideia!

O rastreamento do câncer de próstata pode ajudar a diagnosticar a doença em estágio inicial, quando o tratamento é mais eficaz. E um PSA normal, combinado com toque retal, pode garantir que você não tenha câncer de próstata.

Mas o PSA pode não ser necessário para alguns homens, especialmente para aqueles com mais de 70 anos.

Instituições especializadas têm diversas opiniões e recomendações sobre quem deveria (ou não) realizar o exame. Enquanto algumas têm diretrizes definitivas, outras deixam a decisão para os homens e seus médicos. As organizações que recomendam realizar o PSA geralmente incentivam o teste para homens entre os 40 e 70 anos e homens com risco aumentado de câncer de próstata.

Você deve refletir sobre a realização (ou não) do exame após conversar com seu médico, considerando seus fatores de risco e pesando suas preferências pessoais.

Um teste simples, mas uma decisão não tão simples!

Existem uma série de prós e contras do teste PSA:

Prós

Contras

O PSA pode diagnosticar precocemente o câncer de próstata.

Alguns cânceres de próstata têm crescimento lento e nunca se disseminam além da glândula.

O câncer é mais fácil de tratar e pode ser curado se o diagnóstico for feito em estágios iniciais da doença.

Nem todos os cânceres de próstata necessitam tratamento. O tratamento do câncer de próstata pode ter riscos e efeitos colaterais, incluindo incontinência urinária, disfunção erétil ou intestinal.

O teste do PSA pode ser feito com uma simples amostra de sangue.

O teste do PSA não é infalível e pode mostrar níveis elevados sem que exista câncer, podendo também mostrar níveis normais quando o câncer já está presente.

Para alguns homens, saber é melhor do que não saber. Ter o resultado do teste pode dar uma certa segurança de que provavelmente você não tem câncer de próstata ou que você tem a doença e pode ser tratado.

Um diagnóstico de câncer de próstata pode provocar ansiedade e confusão. A preocupação de que o câncer possa não ameaçar a vida, pode dificultar a tomada de decisão.

O número de mortes por câncer de próstata diminuiu desde que o teste do PSA se tornou disponível.

O PSA diminuiu o número de mortes, mas esse número não é substancial para justificar o custo e a possibilidade de lesões à pessoa que se submete a teste.


O que é PSA?


Antígeno prostático específico (PSA) é uma proteína produzida tanto pelo tecido prostático benigno como pelo maligno. O PSA ajuda a liquefazer o sêmen. Uma pequena quantidade de PSA normalmente entra na corrente sanguínea.

Células cancerosas da próstata geralmente produzem mais PSA do que células benignas, fazendo com que os níveis do PSA no sangue aumentem. Mas, os níveis PSA também podem estar elevados em homens com glândulas prostáticas aumentadas ou inflamadas. Portanto, determinar o que significa um valor alto de PSA pode ser complicado.

Além do nível de PSA em si, os médicos consideram uma série de outros fatores para avaliar o resultado de um exame de PSA, como:

  • Idade do paciente.
  • Tamanho da próstata.
  • Quão rápido os níveis de PSA estão mudando.
  • Se o paciente está tomando medicamentos que afetam o resultado do PSA, por exemplo, finasterida, dutasteride e até mesmo alguns suplementos alimentares.

Quando o PSA elevado não é câncer


Enquanto que níveis elevados de PSA podem ser sinal de câncer de próstata, muitas outras condições clínicas também podem provocar esse aumento. Estas condições podem provocar o que se denomina "falso positivo" — ou seja, um resultado que falsamente indica que você pode ter câncer de próstata, quando na verdade não tem a doença.

Essas outras condições que podem aumentar em homens que não têm câncer de próstata incluem:

  • Hiperplasia benigna da próstata (aumento do tamanho da próstata).
  • Infecção da próstata (prostatite).
  • Outras condições menos comuns.

Os falsos positivos são comuns. Somente  1/4 dos homens com um resultado anormal de PSA tem câncer de próstata.

Quando o câncer de próstata não aumenta o PSA

Alguns tipos de câncer da próstata, particularmente aqueles que crescem rapidamente, podem não produzir muito PSA. Neste caso, pode-se ter o que é conhecido como "falso-negativo" — um resultado do teste que indica incorretamente que o paciente não tem câncer de próstata, mesmo quando você o tem.

Devido à complexidade desses fatores relacionados, é importante consultar um médico para avaliar a interpretação dos níveis de PSA em cada situação.

Qual é a vantagem de um teste de PSA?

Diagnosticar determinados tipos de câncer de próstata precocemente é muito importante. Resultados de PSA aumentados podem mostrar que o câncer de próstata provavelmente se disseminou para outras partes do corpo (metástase) ou mostrar um câncer de crescimento rápido, susceptível de provocar outros problemas.

O tratamento precoce ajuda a evitar que a doença se torne risco à vida ou provoque sintomas sérios. Em alguns casos, diagnosticar o câncer precocemente significa que o paciente precise de tratamentos menos agressivos, reduzindo assim o risco de efeitos colaterais, como disfunção erétil e incontinência urinária.

Quais os riscos de um teste de PSA?

Querer fazer um exame para câncer de próstata pode ter um lado negativo. O risco envolvido no teste em si é muito pequeno, requer simplesmente uma amostra de sangue para enviar ao laboratório. No entanto, existem alguns problemas potenciais quando os resultados ficam prontos, como:

  • A preocupação com resultados falso-positivos, causados por níveis elevados de PSA de alguma alteração que não seja o câncer de próstata.
  • Exames invasivos, estressantes, caros ou demorados.
  • Ansiedade e estresse provocados por saber que se tem um câncer de próstata de crescimento lento e que não precisa de tratamento.
  • Decidir fazer a cirurgia, radioterapia ou outros tratamentos que provocam efeitos colaterais que você não teria se não fizer o tratamento.

Toque Retal


O PSA não é o único exame para prevenção do câncer de próstata. O toque retal é outra importante ferramenta para avaliar a próstata e procurar sinais de câncer.

Seu médico fará o exame inserindo um dedo com luva e lubrificado no reto para examinar se a próstata tem abaulamentos ou outras anormalidades. É um exame rápido, seguro e fácil de realizar.

Além de verificar sinais de câncer de próstata, o médico pode também utilizar o exame para avaliar se existem sinais de câncer retal.

Fonte: Prostate cancer screening: Should you get a PSA test?


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive