Tipos de Câncer

Câncer de Ovário

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Quais as opções de tratamento para o câncer de células germinativas do ovário?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 14/09/2015 - Data de atualização: 27/02/2017


A maioria dos tipos de câncer de células germinativas do ovário é tratada com cirurgia e quimioterapia. As exceções são para o teratoma, estágio I e o disgerminoma estágio IA.

Os tratamentos do câncer de células germinativas de ovário podem incluir:
 

  • Cirurgia. Se a paciente ainda deseja ter filhos, apenas o ovário que contém o tumor e a trompa de Falópio do mesmo lado serão retirados. Entretanto, esta opção não é válida, caso a doença esteja nos dois ovários. Quando a paciente, não deseja mais ter filhos, será feita a remoção de ambos os ovários, das duas trompas de Falópio e do útero. Mesmo quando ambos os ovários precisam ser removidos, a paciente pode desejar manter o útero para permitir uma gravidez no futuro com a utilização da fertilização in vitro. Para o estágio igual ou superior a IC, pode ser feita a cirurgia da remoção apenas do tumor, preservando o máximo possível de outros órgãos. Para o disgerminoma estágio IA e teratoma estágio I, a cirurgia é geralmente o único tratamento necessário.

 

  • Quimioterapia. A maioria dos pacientes com câncer de células germinativas de ovário será tratada com uma combinação de quimioterápicos, em pelo menos 3 ciclos.

 

 

  • Disgerminoma. Se o disgerminoma está limitado a apenas um dos ovários, a paciente pode ser tratada cirurgicamente com a remoção apenas do ovário e da trompa de Falópio do mesmo lado, sem quimioterapia após a cirurgia. Essa abordagem requer um acompanhamento pós-tratamento rigoroso.

 

 

  • Teratoma. Estes tumores raramente recidivam após serem removidos. A paciente em estágio I pode ser tratada apenas com a retirada do ovário ou ovários e da trompa de Falópio.

 

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive