top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Professora vive história de amor, fé e luta contra o câncer de mama

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/10/2017 - Data de atualização: 11/10/2017


O diagnóstico precoce foi fundamental para o sucesso do tratamento. O apoio da família e dos amigos fez toda a diferença nesta luta, que mudou a vida da professora aposentada.

O autoexame preventivo contra o câncer de mama era hábito na vida da professora aposentada Vanderlena Fernandes Pinheiro Fernandes, 57 anos. As consultas periódicas ao ginecologista também estavam sempre em dia. Todo este cuidado não foi em vão. Aos 49 anos, em meio aos exames de rotina, o médico detectou um câncer de mama. Cliente da Unimed Londrina, Vanderlena é a prova de que a prevenção e o diagnóstico precoce da doença podem salvar vidas.

Ela é uma das 57 mil brasileiras diagnosticadas com câncer de mama todos os anos. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre mulheres no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

Diante do resultado do exame ela lembra o susto do momento. "A primeira reação que tive foi pensar: ‘entrei na fila para morrer’. Na época meu filho era adolescente, pedi muito a Deus que me curasse e em momento nenhum fiquei revoltada com a doença. Mas fiquei preocupada, pois estava prestes a me aposentar e planejava uma vida nova”, recorda Vanderlena.

O tratamento não foi fácil e envolveu inúmeros exames, mastectomia (cirurgia para retirada da mama) e quimioterapia. "É muito sofrido, mas era a única esperança de cura, então a gente suporta e procura manter o bom humor sempre”, afirma. Ela conta que além, do acompanhamento médico, o carinho e apoio da família foi fundamental para o sucesso do tratamento. "Meu marido esteve o tempo todo ao meu lado, assim como minhas irmãs e parentes que vinham me visitar”, diz.

Hoje a vida da professora é normal, ela já está de alta há dois anos, mas ainda assim não descuida do acompanhamento periódico com o mastologista e com o oncologista. Para manter a qualidade de vida ela se mantém ativa. Além de participar do Grupo de Dança da Unimed Londrina, ela faz atividades manuais como crochê, tricô, artesanato e trabalhos voluntários.

Ao contar sua história, Vanderlena deixa uma recomendação a todas as mulheres: "Temos que encorajar as mulheres a se cuidarem sempre, fazer o autoexame, visitar o médico regularmente. Nunca devemos nos descuidar, pois, caso seja descoberto no início, o câncer de mama tem grandes chances de ser curado”, diz.

Neste mês, a Unimed Londrina estará realizando diversas ações para chamar a atenção para o combate ao câncer de mama. Além das fachadas iluminadas de rosa, o projeto Unimed Saúde estará levando médicos voluntários em diferentes locais da comunidade para falar sobre a saúde da mulher.

No próximo dia 20, sexta-feira, a equipe da Unimed Saúde estará realizando em parceria com a RPC TV, a Blitz da Saúde. O evento será no aterro do Lago Igapó, das 17h às 19 h, e vai contar com equipes de enfermagem aferindo a pressão, medindo a glicemia e distribuindo folders com orientações sobre o câncer de mama.

Fonte: G1

As opiniões contidas nos artigos assinados pelos nossos colunistas refletem unicamente a opinião do autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive