Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

PL que determina transparência no SUS já tem relator

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 20/03/2018 - Data de atualização: 20/03/2018


O que houve?
 

O senador Lasier Martins (PSD-RS) foi escolhido como relator do PLS 140/2017. O projeto de lei do Senado altera a lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990, que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde e a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências, a fim de determinar celeridade e transparência na realização de procedimentos no Sistema Único de Saúde (SUS).

De autoria do senador Dário Berger (PMDB-SC) o "projeto de lei é oriundo de documento apresentado pelo Instituto Oncoguia, associação sem fins lucrativos, qualificada como organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), criada com a missão de ajudar o paciente com câncer a viver melhor por meio de ações de educação, conscientização, apoio e defesa dos direitos dos pacientes”.
 
Segundo o Instituto Oncoguia, "o período pré-diagnóstico é hoje um dos pontos mais críticos do SUS. Até o paciente chegar ao resultado, existe uma longa peregrinação. No contexto dessa peregrinação, existem ainda dois agravantes: a) não há transparência e controle na lista de espera para consultas, exames e procedimentos em saúde, o que pode dar margem a todo tipo 'jeitinhos', como aquele paciente que literalmente 'fura a fila porque é amigo de um vereador'; b) na grande maioria das vezes, o paciente sai da consulta com o pedido de um exame sem o respectivo agendamento, ou seja, não sabe nem quando e nem onde irá realizar o procedimento”.
 
Em sua justificativa, Dário Berger informa que "ainda de acordo com o Oncoguia, pacientes têm denunciado a venda de vagas em filas do SUS”.
 
Portanto, o objetivo do projeto é estabelecer um mecanismo de transparência nas filas de espera, de modo a permitir a fiscalização da sociedade, e que o paciente, tão logo receba a indicação de consulta, exame ou outro procedimento em saúde a ser realizado pelo SUS, saia da unidade de saúde com um protocolo indicando local, data e horário da realização ou, então, receba essa informação em prazo hábil.
 
E agora?
 
A matéria está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado onde aguarda apresentação de relatório do senador Lasier Matins. Após aprovação na comissão, o projeto segue para análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde tramitará em decisão terminativa, ou seja, dispensando a apreciação do plenário.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive