Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Pesquisadores brasileiros encontram molécula que pode combater câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 19/01/2022 - Data de atualização: 19/01/2022


Pesquisadores da UFU (Universidade Federal de Uberlândia) encontraram uma molécula inédita que pode contribuir no tratamento de pacientes com câncer. A descoberta foi publicada no periódico Scentific Reports, do renomado grupo Nature.

Segundo os cientistas, a molécula está localizada em um complexo do elemento cobre, funciona de forma seletiva contra células cancerígenas, tem capacidade de divisão do DNA e propriedades capazes de causar morte celular no tumor.

Essas informações significam que a molécula pode atacar mais as partes tumorais do que as saudáveis, o que diminuiria os efeitos colaterais durante o tratamento do câncer e aumentaria as chances de cura do paciente.

Para os resultados, foram feitos testes em células tumorais de humanos e camundongos, em cultura.

Segunda fase

A segunda fase do estudo está para começar e, nela, será testada a "drug delivery", ou seja, a molécula de cobre será colocada em nanocápsulas.

Isso permite que peptídeos ou anticorpos sejam colocados na superfície para serem reconhecidos os padrões moleculares e, assim, as células cancerígenas serão o foco do ataque durante o tratamento.

Se essa fase for bem-sucedida, ela pode durar cerca de dois anos, segundo os cientistas.

Uso de cobre

Uma das maneiras mais usuais de tratar diversos tipos de câncer é a quimioterapia. Os medicamentos costumam conter metais, como a platina.

O problema da platina é que, como ela não existe no corpo humano, os pacientes podem ter efeitos colaterais, como enjoo, náuseas, dor de cabeça, indisposição e perda de apetite.

Assim, a ciência está focada em encontrar novos materiais para incluir nos compostos de quimioterapia e um dos mais promissores é o cobre.

Fonte: Uol



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive