Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Pandemia reduz exames para diagnóstico de câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/07/2020 - Data de atualização: 13/07/2020


Desde o início da pandemia mais de 50 mil brasileiros deixaram de ser diagnosticados com câncer e sete cidades da região de Campinas apresentaram uma queda de 63% no volume de exames para diagnosticar a doença. O medo de ser contaminado pelo coronavírus está fazendo com que muitas pessoas adiem consultas e exames primordiais para o diagnóstico do câncer.

A estimativa de que 50 mil pessoas deixaram os exames de lado foi anunciada na semana passada pelas Sociedades Brasileiras de Patologia e de Cirurgia Oncológicas e a notícia de queda de 63% no número de exames em sete cidades da região de Campinas foi dada pelos Laboratórios DMS Burnier.

O levantamento do DMS Burnier foi realizado em suas unidades de Campinas, Hortolândia, Monte Mor, Paulínia, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Os técnicos do laboratório verificaram que a quantidade de análises de biópsias para o rastreio da doença entre os meses de março e maio deste ano tiveram a redução em comparação ao mesmo período do ano passado.

A mesma queda foi observada no exame de Papanicolau, utilizado para rastreamento do câncer de colo de útero. O levantamento é preocupante porque o câncer de colo de útero é o segundo tumor mais frequente em mulheres, ficando atrás apenas do câncer de mama.

A tendência é observada em âmbito nacional desde o início da pandemia. Juliana Oba Costa, médica patologista do DMS Burnier, disse que muitos brasileiros deixaram de ser diagnosticados com câncer porque estão com medo de serem contaminadas pelo novo coronavírus. “Muitas pessoas estão adiando consultas e exames primordiais para o diagnóstico da doença. Isso é um equívoco que pode ter consequências preocupantes”, alertou Juliana.

De acordo com a médica patologista, os exames são muito importantes. “O diagnóstico precoce oferece ao paciente uma chance maior de cura e o aumento da sobrevida, uma vez que possibilita a intervenção nos estágios iniciais da doença. O risco de interromper o processo de investigação é a doença avançar, levando a uma redução na resposta ao tratamento”, alertou.

Geral

A análise da rede de laboratórios DMS Burnier também indicou uma redução de 40% na realização de exames diagnósticos de uma maneira geral. Segundo Juliana, a falta de consenso em relação à propagação do vírus levou à recusa de pacientes com doenças ou sintomas considerados não urgentes em procurar clínicas e hospitais por medo de contraírem a Covid-19.

As pessoas devem manter uma rotina de exames para evitar o diagnóstico tardio. “Claro que cada caso deve ser analisado pelo médico individualmente. É ele quem vai avaliar o risco-benefício da consulta ou tratamento e a exposição ao coronavírus”, disse a médica. “De qualquer maneira, muitos médicos estão praticando a telemedicina, sendo possível realizar consultas à distância. Por isto, é possível orientar os pacientes que realmente devem procurar um serviço de saúde”, indicou Juliana.

A patologista ressaltou também que os serviços de saúde procuraram se adequar à nova realidade, separando áreas de atendimento exclusivas para pacientes com suspeita de Covid-19 e para pacientes de outras doenças, adotando uma série de protocolos preventivos indicados pelas autoridades de saúde.

Fonte: Correio

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive