Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Pacientes têm que recorrer à justiça para conseguir remédios de graça

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013


Longe do balcão da farmácia popular, o brasileiro sofre quando precisa de algum medicamento não coberto pelo SUS ou pelos planos de saúde. A única saída nesses casos - a maioria de doenças graves - é lutar na Justiça para garantir a gratuidade.

É com bom humor que dona Silvia luta contra o câncer há dez anos. Só que além de enfrentar a doença, ela também sofre toda vez que precisa de um medicamento novo através do Sistema Único de Saúde. Em uma ONG que auxilia pacientes com câncer, a assistente social recebeu orientações de como garantir na Justiça os remédios de graça.

Casos como a da dona Silvia são cada vez mais comuns. Um levantamento do Conselho Nacional de Justiça mostrou que em todo o país estão em andamento mais de 112 mil processos referentes ao setor de saúde. Os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo são os campeões no número de casos.

São pedidos principalmente para liberação de medicamentos, próteses ou cirurgias. Em alguns Estados, os juízes são assessorados por médicos, para dar as sentenças.

Vânia tem uma pequena farmácia em casa. Ela sofre de lupus sistêmico, uma doença que ataca os órgãos vitais. O tratamento de uma crise pode chegar a R$ 400 mil reais. Mesmo com plano de saúde, a bancária teve de recorrer à Justiça para que a empresa reembolsasse o dinheiro gasto.
  
Fonte: Jornal da Band 


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive