Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Outubro Rosa: 5 mulheres famosas que venceram o câncer de mama

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/10/2018 - Data de atualização: 15/10/2018


O câncer de mama é o segundo tipo de tumor mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Segundo o INCA, Instituto Nacional de Câncer, a estimativa de novos casos em 2018 é de 59.700. Neste mês de conscientização à prevenção da doença, conheça algumas famosas que já passaram pelo câncer de mama e venceram a doença.

Patrícia Pillar

Em 2002, a atriz Patrícia Pillar anunciou que lutava contra um raro câncer no seio esquerdo. Por meio do autoexame, Patrícia notou um nódulo em sua mama, além de aspectos incomuns em seu mamilo.

Após exames médicos, descobriu que estava com Doença de Paget, que envolve a pele do mamilo. Na época, com 37 anos, a atriz passou por um longo tratamento. Mesmo assim o câncer se espalhou para os ossos e Patrícia passou por cirurgia, várias sessões de quimioterapia e radioterapia.

A atriz influenciou muitas mulheres a fazerem o autoexame e alertou para a grande diferença que um diagnóstico precoce pode causar. “Meu câncer de mama se espalhou e houve metástase para meus ossos […] Talvez se eu soubesse dessa doença anteriormente, ela não teria se espalhado”, disse a atriz em um comunicado à imprensa na época.

Joana Fomm

Aos 67 anos, Joana Fomm descobriu em 2007 que estava com a doença. A atriz foi diagnosticada com dois tumores em um seio e três no outro e, então, foi submetida a duas mastectomias (cirurgias de retirada das mamas) e a quimioterapia. Por conta da retirada dos seios, recorreu à outro procedimento cirúrgico, para colocar próteses de silicone.

Devido ao longo tratamento, Joana ficou cinco anos fora da televisão. Mesmo com a dificuldade que teve em lidar com a doença, a atriz brasileira conseguiu concluir os tratamentos e se curar.

Elba Ramalho

Em 2010, Elba Ramalho, descobriu a doença ainda em seu estágio inicial, quando tinha 59 anos. A situação, porém, foi encarada pela cantora de forma otimista. Como a doença foi descoberta ainda no início, rapidamente a artista fez a cirurgia de retirada do tumor, que também incluiu a retirada de uma parte da mama. Após este processo, começou a radioterapia e manteve a rotina saudável que já tinha.

Desde então, a cantora sempre fala no assunto, alertando para a necessidade da prevenção da doença e do diagnóstico precoce. “O nome câncer tem um fardo muito mais pesado do que a doença em si. Descobrindo no início como o meu, é tranquilo. A prevenção é tudo”, afirmou em uma entrevista no programa Encontro, em 2013.

Arlete Salles

A atriz Arlete Salles, 76 anos, descobriu que estava com câncer de mama em janeiro de 2014, aos 72. Ao ser diagnosticada, como todas as pessoas que passam pela situação, ela teve grandes dificuldades para lidar com a notícia. “É muito doloroso. Mesmo tendo o apoio de tantos amigos, é solitário, devastador”, disse em entrevista à revista Contigo!, na época.

Foi necessário que fizesse cirurgia para a retirada do tumor no seio esquerdo, além da quimioterapia e radioterapia, procedimentos que levaram a atriz a sofrer grande perda de cabelo. Mas, através do trabalho, a atriz tirou forças para superar a doença e passar por todos os tratamentos necessários. Quatro meses depois da cirurgia, voltou a atuar no teatro. Ao final do mesmo ano, Arlete se disse curada.

Ana Furtado

A apresentadora de televisão Ana Furtado, de 44 anos, divulgou, em maio deste ano, pelo Instagram, a descoberta do câncer de mama a partir de um autoexame seguido de mamografia. Quando anunciou, Ana já havia passado por uma cirurgia para retirada do tumor, mas ainda iria começar sessões de quimioterapia. Desde o início, a apresentadora do É de Casa chamou atenção dos internautas pela forma como lidou com a doença, falando abertamente sobre o assunto e se mostrando otimista em suas redes sociais.

Após seis meses da cirurgia, completados no último dia 8 de outubro, Ana postou um texto afirmando que ainda passará por uma série de exames, mas que está animada. “Ando com fé em Deus e muita coragem para continuar caminhando. Agradecendo por cada dia a mais”, disse.

Fonte: Metrópoles

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive