Especial

Prevenção

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Os 10 principais sintomas de câncer que toda mulher precisa saber

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/02/2013 - Data de atualização: 28/02/2013


Cânceres ginecológicos podem apresentar sintomas logo no início da doença. Embora os sintomas descritos abaixo possam estar presentes em cânceres ginecológicos, a sua presença de maneira alguma é um indicativo absoluto da doença. É muito importante que a mulher esteja sempre atenta ao seu corpo e frente a qualquer sintoma suspeito persistente, procure seu médico.

 

  • Dor Pélvica

 

Dor pélvica é uma dor ou pressão abaixo do umbigo. Pode ser persistente e não ocorre apenas durante o período pré-menstrual. A dor pélvica pode estar associada a vários tipos de câncer, como o câncer de endométrio, câncer de ovário, câncer de colo do útero, câncer de vagina e câncer das trompas de Falópio.

 

  • Inchaço Abdominal

 

O inchaço abdominal e flatulência são sintomas que podem estar presentes em casos de câncer de ovário. Esses sintomas costumam ser os mais ignorados pelas mulheres, apesar de causar bastante incômodo.

 

  • Dores nas Costas

 

Um dos sintomas do câncer de ovário pode ser a dor lombar persistente, na parte inferior das costas, e algumas mulheres a descrevem como uma dor intensa, semelhante ao trabalho de parto.

 

  • Sangramento Vaginal Anormal

 

O sangramento vaginal anormal é o sintoma mais comum dos cânceres ginecológicos como câncer de colo de útero e câncer de endométrio. Menstruações muito intensas, sangramento entre os períodos menstruais, além de sangramento durante e após a relação sexual são considerados anormais. Esse tipo de sangramento pode estar associado ao câncer de colo do útero, câncer de útero e mais raramente câncer de ovário.

 

  • Febre

 

Uma febre persistente, que dura mais de 7 dias, deve ser investigada. Além de ser um sintoma de várias doenças infecciosas, a febre persistente pode ser também um sintoma de câncer, embora relativamente raro.

 

  • Dores de Estômago ou Alterações Intestinais

 

Uma mudança significativa e súbita no habito intestinal, como sangue nas fezes, gases, prisão de ventre ou diarreia, pode ser sintoma de câncer de colorretal ou algum outro câncer ginecológico.

 

  • Perda de Peso

 

Perder 10 kg ou mais sem estar fazendo uma dieta até pode ser uma surpresa agradável, mas não costuma ser normal. Embora o peso possa flutuar ao longo do mês, mudanças muito pronunciadas precisam ser investigadas.

 

  • Anormalidades na Vulva ou Vagina

 

Anormalidades como feridas, bolhas ou alterações na cor da pele devem sempre ser investigadas. Fique de olho, e se surgir alguma alteração na vulva ou vagina, procure um médico.

 

  • Alterações na Mama

 

Faça o autoexame das mamas mensalmente, e se notar alguma alteração como nódulos, dor, secreção, ondulações, vermelhidão ou inchaço ou inversão do mamilo, procure seu médico o mais rápido possível.

 

  • Fadiga

 

A fadiga é o sintoma mais comum de qualquer tipo de câncer, embora seja muito comum em diversas doenças não cancerosas. Costuma ser mais frequente quando a doença está num estágio mais avançado, mas às vezes pode ocorrer em fases iniciais. Fadiga que impeça realizar as atividades normais do dia a dia precisa ser avaliada por um médico.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive