Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Operação Waze

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/10/2014 - Data de atualização: 24/04/2016


Defendendo o direito ao diagnóstico precoce e a transparência nas filas do SUS

O acesso ao diagnóstico do câncer com qualidade e em tempo oportuno ainda é um dos principais problemas enfrentados pelos usuários do SUS. Desafios não faltam: imensas filas de espera para realizar exames e consultas médicas, carência de médicos, equipamentos sem manutenção, além da pouca transparência na comunicação dos serviços de saúde com a população.

Em 2013, fizemos um intenso esforço para aprovação do Projeto de Lei nº 5722/13, que estabelecia o prazo de 30 dias para o diagnóstico de câncer, porém, devido ao fim da legislatura, o projeto foi arquivado definitivamente.

Nas discussões e estudos que se seguiram, avaliamos que a simples fixação de prazo, sem a adoção de outros critérios de transparência, não garantiria o acesso e ainda traria sérios comprometimentos para a gestão dos serviços de saúde.

Por essa razão, redesenhamos a iniciativa a fim de sensibilizar as autoridades a aprovar legislação capaz de contribuir na redução das filas de espera para consulta, exames e outros procedimentos de saúde no SUS, por meio da transparência nos fluxos combinada com o estabelecimento de prazos máximos de atendimento, de acordo com a avaliação médica.

Utilizando-se a lógica do aplicativo de navegação "Waze", o projeto de lei pretende estabelecer que o paciente, tão logo receba a indicação de uma consulta, exame ou procedimento, saia da unidade de saúde com um protocolo indicando local, data e horário da realização. Também obriga os gestores a divulgarem as filas de espera, sem identificação do paciente, de modo a permitir a fiscalização da sociedade, evitando fraudes e quebra injustificada na ordem de pacientes que aguardam a realização de procedimentos no SUS.

 

 

Confira abaixo os informes sobre a iniciativa:
 

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive