Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Oncoguia participa de projeto solidário de cartórios de notas de São Paulo

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 25/05/2018 - Data de atualização: 25/05/2018


Representantes das novas entidades integrantes do projeto Legado Solidário assinam termo de participação com associação dos tabeliães de notas paulistas

O Instituto Oncoguia, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale), o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc) e a Comunidade de Amor Rainha da Paz foram escolhidos pelo Colégio Notarial do Brasil Seção São Paulo (CNB/SP) para participarem do Projeto Legado Solidário. A iniciativa estimula a população a utilizar o testamento público, lavrado nos cartórios de notas, para deixar parte de sua herança a instituições filantrópicas.

De acordo com o CNB/SP, a iniciativa, comum em países como Estados Unidos, Alemanha e Espanha, busca evidenciar a importância de se deixar um legado ainda em vida. "O testamento público é o instrumento jurídico mais adequado para que as pessoas tenham a certeza que as vontades delas serão cumpridas quando não estiverem mais presentes. Respeitando as previsões dispostas nas leis de sucessões, os usuários podem dispor do quanto quiserem para importantes causas. Além disso, vale destacar que o testamento é um ato sigiloso, ou seja, evita possíveis desavenças familiares”, diz Andrey Guimarães Duarte, presidente do CNB/SP.

Como funciona

No momento da realização do testamento público, as pessoas poderão prever na minuta do documento deixar uma quantia de qualquer valor ou patrimônio para uma das instituições participantes do projeto ou para qualquer outra. Segundo o banco de dados dos notários, todos os anos os tabelionatos brasileiros lavram aproximadamente 30 mil testamentos, sendo que São Paulo é responsável por praticamente um terço de todas as formalizações no território nacional.

As novas entidades integradas ao projeto Legado Solidário assinaram o termo representadas por Luciana Holtz de Camargo Barros, presidente do Instituto Oncoguia; Merula Steagall, presidente da Abrale; Silvana Visintin, diretora jurídica da Comunidade de Amor Rainha da Paz; e Tammy Allersdorfer, superintendente de Desenvolvimento Institucional do Graacc.

Lançado em 2017, o Legado Solidário já contava com a participação da AACD e também do Instituto Ayrton Senna. "É com muita satisfação que estamos ampliando este projeto tão importante. Unindo esforços, tenho convicção que nossa mensagem ganhará força e ajudará muitas pessoas. É necessário lembrar a população de que é possível fazer um gesto de caridade com efeitos póstumos ainda em vida”, reforça Andrey Guimarães Duarte.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive