top
Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

O Tratamento do Câncer e a Diminuição da Libido

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/08/2015 - Data de atualização: 15/02/2016


Como lidar com a diminuição da libido durante o tratamento do câncer?

Quando se pensa em efeitos colaterais do tratamento oncológico, a perda do cabelo e as náuseas são geralmente os que mais preocupam o paciente e não a perda do interesse sexual. A diminuição da libido é um efeito colateral comum no tratamento oncológico, embora ainda não seja amplamente discutido. Muitos pacientes são surpreendidos ao descobrirem que sua libido foi alterada em função do tratamento.

No entanto, nem todos os medicamentos e tratamentos causam uma diminuição na libido. Os tratamentos dos cânceres ginecológicos, de próstata e testicular são os que mais causam problemas de libido. Se você está preocupado com uma possível diminuição da libido em função do tratamento, converse com seu médico antes de iniciar o mesmo.

Causas da diminuição da libido relacionadas ao câncer

Efeitos Colaterais - Durante o tratamento oncológico, a diminuição da libido é geralmente devido às medicações prescritas. Quimioterapia, terapia hormonal e outros tipos de medicamentos podem causar uma diminuição da libido. Os efeitos colaterais como náuseas, vômitos e fadiga também podem inibir o desejo sexual.

Tratamento dos Efeitos Colaterais - Para as mulheres, a radioterapia na região pélvica pode causar secura vaginal, diminuição da produção de lubrificação vaginal, assim como o encurtamento e estreitamento da vagina, o que pode levar ao sexo doloroso. Embora o desejo sexual não seja afetado, o ato sexual pode se tornar extremamente desconfortável, levando a perda do interesse.

Imagem Corporal - A imagem corporal representa um papel importante na forma como encarar o sexo. Os efeitos colaterais do tratamento oncológico, como perda de cabelo e perda ou ganho de peso, podem afetar a imagem corporal, levando a uma baixa auto-estima. O fato da pessoa não se sentir confortável com sua aparência física, a torna apreensiva e desconfortável em relação à intimidade sexual. Isto é completamente normal e tanto os homens, como as mulheres podem desenvolver problemas de auto-estima que afetam diretamente a libido.

O que fazer quando ocorrer a diminuição da libido?

A diminuição da libido não é geralmente um efeito colateral permanente no tratamento oncológico e pode ser gerenciado. Para muitas pessoas, a libido retorna ao normal após o término do tratamento. Entretanto, algumas pessoas podem necessitar de intervenção médica para aumentar sua libido. Mulheres que tiveram câncer de mama e estão em tratamento hormonal também podem ter uma diminuição da libido. No entanto, os efeitos colaterais variam de pessoa para pessoa e nem todos irão ter uma diminuição da libido durante ou após o tratamento.

Estratégias que ajudam a lidar com a diminuição da libido

  • A comunicação com o parceiro é fundamental. Se a ausência do interesse sexual persistir, o parceiro pode se sentir rejeitado e o fato de não saber como resolver o problema leva ao desinteresse sexual. A comunicação aberta entre os parceiros fortalece o relacionamento e ajuda na criação de maneiras criativas para manter a intimidade.
  • Além do parceiro, o médico é a pessoa com quem se deve discutir a diminuição da libido. O oncologista é quem pode prescrever medicamentos para combater os efeitos colaterais do tratamento e o motivo que o leva ao desinteresse sexual.
  • O terapeuta sexual é o profissional especialmente treinado para identificar e tratar os obstáculos que impedem de ter uma vida sexual saudável. Estes profissionais são treinados para ajudar pessoas que sofrem de diminuição da libido em função de tratamentos médicos.
  • Se a perda do interesse sexual está relacionada a problemas de autoestima, existem várias coisas que podem ajudar a impulsionar uma auto-imagem saudável. A perda de cabelo é um dos principais fatores da baixa da autoestima, mas isso pode ser sanado com o uso de perucas e apliques. As sobrancelhas esparsas podem facilmente ser resolvidas com o uso de cosméticos.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive