Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

No inverno, pacientes com câncer devem ter cuidados especiais

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 25/06/2019 - Data de atualização: 25/06/2019


Com a chegada do inverno, chegam também as temperaturas mais baixas e o tempo mais frio. Por conta disso, os pacientes que estão em tratamento oncológico devem ter atenção especial à saúde.

Os medicamentos quimioterápicos costumam acentuar a sensibilidade ao frio, provocando nos pacientes a sensação de formigamento ou de choque, principalmente nas mãos e nos pés.

Para aliviar os sintomas, é importante estar sempre agasalhado e reforçar a proteção das extremidades com o uso de luvas, gorros, toucas e meias grossas. O consumo de chás e outras bebidas quentes também ajuda a manter a temperatura do corpo.

Imunidade

A medicação também provoca queda na imunidade, aumentando o risco de infecções respiratórias, como resfriados e sinusites. Para prevenção, é essencial lavar bem as mãos com água e sabão diversas vezes ao dia, além de evitar ambientes fechados e climatizados. Os pacientes que estão internados não devem receber visitantes que estejam com os sintomas da gripe.

“Eu sempre sigo as recomendações de higiene. Procuro lavar muito bem as mãos antes de qualquer refeição”, explica a dona de casa Cirlei Gregório, que passa por um tratamento de câncer de mama.

Na alimentação, é importante que o paciente mantenha o consumo de alimentos frescos – de procedência confiável – e se hidrate com frequência. Esse é um ponto de atenção especial porque, no fim, as pessoas tendem a sentir menos sede, já que a transpiração é menor.

Quem for viajar deve continuar seguindo todas as recomendações médicas e, principalmente, não se esquecer de levar todos os remédios prescritos pelo especialista. “Mesmo fora de casa, o tratamento não pode ser interrompido sem que haja indicação clínica”, explica a oncologista Maria Del Pilar Esteves Diz.

Fonte: Portal do Governo de São Paulo

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive