Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Mulheres não sabem que álcool aumenta risco de câncer de mama

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 24/06/2019 - Data de atualização: 24/06/2019


Mulheres não souberam precisar qual o teor alcoólico de diversas bebidas Pixabay

O consumo de bebidas alcoólicas é conhecido por aumentar o risco do desenvolvimento do câncer de mama, mas as mulheres não têm consciência disso. Isso é que o mostrou um estudo realizado pela Universidade de Southampton, no Reino Unido, publicado no periódico médico BMJ Journal.

O estudo ressalta que fatores de risco potencialmente modificáveis ​​respondem por aproximadamente 23% dos cânceres de mama, sendo a obesidade e o álcool os dois maiores.

Os pesquisadores avaliaram 205 mulheres que estavam sendo submetidas a exames de câncer de mama ou procuravam tratamento para a doença em um hospital do Reino Unido. Elas foram entrevistadas sobre seus conhecimentos sobre fatores de risco para o câncer de mama.

Cerca de metade das entrevistadas sabia que fumar era um fator de risco e 30% reconheciam a obesidade como outro fator. Mas apenas 20% sabia que o consumo de álcool também aumentava a chance do desenvolvimento da doença. 

Já entre 33 funcionários do hospital consultados quase metade (49%) tinham esse conhecimento.

As descobertas desse estudo coincidem com pesquisas anteriores realizadas nos Estados Unidos. Um estudo da Sociedade Americana de Oncologia Clínica feito em 2017 revelou que 70% dos norte-americanos não sabiam que o consumo de álcool era um fator de risco para o câncer.

Estima-se que o álcool seja responsável por cerca de 5% a 11% de todos os casos de câncer de mama, com risco maior em consumidores de grande quantidade de bebidas alcoólicas.

Um estudo recente afirmou que beber uma garrafa de vinho por semana é o equivalente a fumar 10 cigarros pelo mesmo período, para mulheres, em termos de risco geral de câncer, segundo o site científico Live Science.

A nova pesquisa também aponta que as pessoas têm dificuldade em precisar quanto consomem de álcool. Mais da metade das participantes (56%) não souberam estimar qual o teor de álcool correto em um copo de vinho, um litro de cerveja, um litro de sidra e uma garrafa de licor.

Isso sugere que muitas mulheres podem não saber que seu nível de consumo de álcool está aumentando o risco de câncer de mama, ressalta o estudo.

Ao serem questionadas sobre a importância de receber informações sobre prevenção de câncer de mama, 30% disseram que isso contribuiria para ir a consultas e 70% que não faria diferença.

Fonte: R7

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive