top
Especial

Prevenção

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Mitos e Verdades sobre o Câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 02/04/2013 - Data de atualização: 20/03/2016


Desenvolver câncer é um castigo.

Mito – Existem várias causas para o aparecimento do câncer, são os chamados fatores de risco. Os principais fatores de risco para os casos de câncer são o tabagismo, o consumo exagerado de álcool, maus hábitos alimentares e sedentarismo.

Pessoas na minha família tiveram câncer, portanto também terei já que o câncer é hereditário?

Mito – De forma geral, o câncer não é hereditário. Há apenas alguns raros casos que são herdados, como o retinoblastoma, um tipo de câncer nos olhos que ocorre em crianças. Entretanto, existem alguns fatores genéticos que tornam determinadas pessoas mais sensíveis à ação de carcinógenos, que são os agentes que provocam o desenvolvimento de um câncer ou tumor maligno no organismo, o que explica porquê algumas dessas pessoas desenvolvem câncer e outras não, quando expostas a um mesmo carcinógeno.

O câncer é contagioso?

Mito - Mesmo o câncer causado por vírus não é contagioso, ou seja, não passa de uma pessoa para a outra por contágio como ocorre, por exemplo, com resfriados. No entanto, alguns vírus, como os da hepatite B ou o HPV, podem ser transmitidos pelo contato sexual, através de transfusões de sangue ou de uso compartilhado de seringas contaminadas para injetar drogas.

Um tumor pode ser causado por um trauma, por exemplo, uma pancada durante uma batida de automóvel?

Mito - A batida pode formar um caroço, que, em exames rotineiros, se assemelha a um tumor, mas é benigno. Outro fato frequente é que, a partir do momento do trauma, a preocupação da pessoa aumenta e, através do toque mais frequente ou outro exame, pode se descobrir um nódulo que já estava presente no corpo.

O tabaco causa apenas câncer de pulmão?

Mito - Fumar é a principal causa do câncer de pulmão, laringe, faringe, cavidade oral e esôfago. No entanto, também está relacionado com o desenvolvimento de câncer de bexiga, pâncreas, útero, rim e estômago, além de algumas formas de leucemia.

Charutos e cachimbos provocam menos câncer de pulmão que cigarros comuns?

Mito - Tanto os cigarros como os charutos e fumo para cachimbos consistem em folhas de tabaco secas. Entre as 5.700 substâncias identificadas no tabaco e na sua fumaça, cerca de 60 são comprovadamente cancerígenas. Como há mais fumantes de cigarros do que de charutos e cachimbos, a ocorrência de câncer pelo consumo de cigarro é maior, no entanto charutos e cachimbos são igualmente perigosos.

Câncer de pele é mais comum em pessoas com idade acima de 40 anos.

Verdade - Os efeitos nocivos do sol são cumulativos, por isso é comum que o câncer de pele apareça após os 40 anos de idade.

Pessoas afrodescendentes não correm risco de ter câncer de pele.

Mito - Qualquer pessoa pode ter câncer de pele, não importando a raça ou idade. No entanto, aquelas com maior concentração de melanina na pele, como as pessoas  afrodescendentes, apresentam menor incidência de câncer de pele. Embora seja mais raro, pode aparecer principalmente na palma das mãos ou na planta dos pés. Por isso, todos devem se proteger do sol, usando chapéus e filtros solares adequados.

O uso de filtro solar protege contra todos os tipos de raios ultravioleta.

Mito - Nem todos os filtros solares oferecem proteção completa contra raios UVB e UVA. O problema é que radiações como as infravermelhas não são bloqueadas pelos filtros solares. Portanto, procure usar um filtro solar com FPS a partir de 30 e que tenha proteção contra ambas as formas de raios UV.

A maior incidência de câncer de pele ocorre na cabeça, no rosto e no pescoço.

Verdade - Isto porque são as áreas mais expostas à radiação solar. A recomendação é utilizar protetor solar e chapéus ou bonés.

A destruição da camada de ozônio aumenta as chances de se desenvolver algum tipo de câncer, principalmente o câncer de pele.

Verdade - Com a destruição da camada de ozônio, a probabilidade do aparecimento de lesões pré-cancerígenas e cancerígenas aumenta exponencialmente. A recomendação é sempre usar protetor solar ainda em dias nublados.

Encontrei um nódulo no meu pescoço. É câncer.

Mito - O autoexame da tireoide é muito importante para detectar nódulos precocemente. No entanto, localizar um nódulo nessa glândula não significa que você esteja com câncer. Procure seu médico que irá examinar e solicitar exames para realizar um diagnóstico certeiro e eventualmente o tratamento do nódulo encontrado. A maioria dos nódulos achados na tireoide são benignos.

Hipotireoidismo ou hipertireoidismo são  sintomas do câncer de tireoide.

Mito - Todas as pessoas que têm alguma alteração na anatomia ou função da glândula tireoide devem consultar um médico e realizar os exames para diagnosticar esta alteração. O hipo e o hipertireoidismo não estão relacionados com aparecimento de câncer.

Se eu faço o autoexame de mamas todos os meses não preciso fazer mamografia.

Mito - Normalmente, se você fizer o autoexame todos os meses e visitar seu médico anualmente, uma mamografia por ano é suficiente. A American Cancer Society (ACS) recomenda a mamografia, junto com o autoexame e o exame clínico feito por um profissional de saúde como forma de diagnosticar precocemente o câncer de mama. No Brasil, existe a lei 11.664, de 2010, que prevê a realização de mamografias em todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade.

Amamentar protege o peito do câncer de mama?

Verdade - Quando o bebê mama, as células mamárias produzem leite e se multiplicam menos, o que reduz o risco de contrair a doença.

Desodorante antiperspirante causa câncer de mama.

Mito - Esse é um boato que circula na Internet, mas nada tem de verdadeiro. Não existem pesquisas ou estudos que demonstrem haver qualquer relação entre o uso de desodorantes e câncer de mama. O que pode acontecer é a obstrução de algumas glândulas sudoríparas, mas isso não afeta a mama.

A frequência sexual interfere na ocorrência de câncer de mama.

Mito – Não. Especialistas afirmam que não há relação alguma entre a frequência sexual e o surgimento do câncer. É importante mencionar que a atividade sexual não ajuda a proteger as mamas contra o câncer. O que protege contra doenças mamárias é a gravidez e a lactação.

Voar de avião ou ficar sempre perto de antenas de celulares e torres de energia aumenta o risco de desenvolver câncer.

Mito - Não há nenhuma comprovação científica de que radiação de celulares, eletromagnéticas, micro-ondas e aviões possam causar tumores. Até o momento, os estudos feitos para determinar a relação desses tipos de radiação com o aparecimento de câncer não mostraram nenhuma evidência de que isso ocorra. Mas, o assunto permanece "em aberto” e mais pesquisas são necessárias para se chegar a uma conclusão. É importante ressaltar que a radioatividade em altas concentrações representa riscos para desenvolver um câncer.

Alimentos cozidos em forno de micro-ondas provocam câncer.

Mito - As micro-ondas não tornam o alimento radioativo, nem apresentam risco de exposição às radiações desde que usadas de acordo com as instruções do fabricante. A exposição a altas doses de micro-ondas pode provocar queimaduras ou catarata nos olhos, mas a pequena quantidade que pode vazar de um forno caseiro não deve causar problemas.

Um paciente com câncer de próstata tem perda da masculinidade.

Mito – De forma alguma, no entanto os tratamento para o câncer de próstata podem provocar alguns efeitos colaterais que devem ser avaliados e tratados dependendo de cada paciente.

O toque retal para o diagnóstico de câncer de próstata causa diminuição de virilidade.

Mito - O toque retal não afeta o desempenho sexual de quem realiza o exame. Se a doença for diagnosticada precocemente, o tratamento não influenciará a atividade sexual do paciente. Portanto, não haverá riscos de perda de desejo e desempenho sexual.

Anemia transforma-se em leucemia.

Mito - A leucemia causa anemia, devido à diminuição na produção de células sanguíneas. Quase todas as crianças que têm leucemia apresentam anemia. Mas, nem todas as que têm anemia vão desenvolver leucemia. A anemia tem diversas causas, como desnutrição ou excesso de menstruação.

O câncer tem cura?

Verdade - Embora a medicina realize sempre, o tratamento individualizado e para cada paciente, cada um responde de maneira particular às diferentes terapias. O câncer é curável, desde que diagnosticado precocemente e tratado corretamente.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive