Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Mastologista alerta para cuidados a serem tomados por pessoas com câncer durante pandemia

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/03/2020 - Data de atualização: 27/03/2020


A pandemia do novo coronavírus fez com que as pessoas adotassem uma série de cuidados para evitar o contágio da doença. Em alguns casos, esses cuidados devem ser ainda maiores, como em pacientes com câncer, de acordo com o médico mastologista e obstetra Adriano Baeta.

Segundo o médico, esses pacientes devem adotar medidas ainda mais rígidas de proteção, em especial aqueles que fazem tratamento com quimioterapia, por fazerem parte do grupo de risco da doença da Covid-19.

"Exaustivamente nós temos orientado sobre os principais cuidados com a higiene, fazer a etiqueta respiratória. A pessoa tem que ter um cuidado maior, ou seja, ficar em isolamento é muito importante. As pessoas oncológicas têm mais vulnerabilidade, sobretudo quando estão em tratamento, principalmente em quimioterapia", disse Baeta.

Questionado justamente sobre os pacientes que fazem tratamento com quimioterapia neste momento de pandemia, o médico disse que estão sendo feitas avaliações individuais e que mudanças no tratamento podem ocorrer, dependendo do caso.

"Por causa do problema do coronavírus, os médicos estão fazendo avaliações de paciente para paciente. É algo mais personalizado. O tratamento vai ser individualizado, e, dependendo de cada caso, nós podemos fazer algumas modificações no tratamento", falou o profissional, que ainda comentou os casos de tratamento com radioterapia.

"No caso da radioterapia, as estratégias de tratamento estão sendo feitas caso a caso. Existem alguns casos em que pode não ser feita a radioterapia. Dependendo do problema do paciente, não está sendo feita a radioterapia. Tudo depende muito da agressividade do tumor, da necessidade, da idade do paciente e do local onde vai ser feita a radioterapia", completou.

O médico também explicou os casos de pacientes que apresentam câncer no pulmão, órgão muito afetado pelo novo coronavírus.

"Qualquer tipo de câncer em atividade e durante o tratamento pode oferecer risco, principalmente os pacientes que fazem quimioterapia. No câncer do pulmão, dependendo do quadro e do avanço da doença, ele pode dificultar o lado respiratório. Mas tudo vai depender do estágio desse tipo de tumor. Se é um estágio inicial, é uma coisa. Se estiver um pouco mais avançado, o risco é maior. Se tiver algum problema no pulmão, nas vias aéreas superiores ou inferiores, qualquer comprometimento dessas vias aumenta o risco".

Baeta ainda falou sobre o risco provocado pelo novo coronavírus em pessoas que já tenham passado por um tratamento de câncer. "Os pacientes que já fizeram tratamento, que a quimioterapia já terminou, que a cirurgia já terminou e que fazem apenas seguimento, eles fazem parte do mesmo risco das pessoas normais".

Fonte: G1

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive