Espaço do

Familiar

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Maneiras de lidar com o diagnóstico de câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/12/2019 - Data de atualização: 09/12/2019


          Lidando com a raiva e com a frustração

Os pacientes com câncer às vezes descontam sua raiva e frustração nas pessoas ao seu redor. Isso pode incomodar familiares e amigos. É importante lembrar que, muitas vezes, os pacientes expressam seus sentimentos nas pessoas mais próximas. Eles fazem isso porque sabem que você ainda estará lá mesmo que eles se comportem mal ou criem tensões.

Na maioria dos casos, o paciente está realmente frustrado e com raiva do câncer e das perdas que pode trazer, e isso pode ser difícil de lidar. Assim o paciente com câncer pode ter sentimentos de raiva que expressa à família, amigos ou a qualquer pessoa que esteja por perto no momento.

          Atuação passiva

Às vezes, uma pessoa com câncer parece infantil e perdida, olhando para os outros em busca de ajuda. Pode ser muito difícil para um filho adulto ver um pai agir dessa maneira. Tente entender que essa é uma maneira de demonstrar o quão desamparados e fracos eles se sentem. Estes são sentimentos esperados num paciente com câncer.

Embora a doença possa limitar sua capacidade de fazer algumas coisas, geralmente é melhor para o paciente continuar vivendo da maneira mais normal possível. Continuar sendo um adulto responsável pode dar uma sensação de significado, confiança e controle. Ceder a sentimentos de dependência pode fazê-los sentirem-se ainda mais desamparados e descontrolados - mais como uma vítima. Você pode sentir a necessidade de superprotegê-lo, mas a longo prazo isso não será eficaz.   

          Medo e ansiedade

As fases de diagnóstico e definição de tratamento do câncer geralmente são períodos de ansiedade e muitas incertezas. Há um medo das muitas mudanças que surgem com o câncer - dinheiro e emprego, mudanças corporais e até mudanças nos relacionamentos pessoais. Essa ansiedade e incerteza fazem com que o paciente com câncer possa se sentir, muitas vezes, chateado ou assustado.

          O "jogo da culpa"

Às vezes, os pacientes se culpam por desenvolver a doença a partir de algo que fizeram ou deixaram de fazer. Como cuidador, você também pode se sentir culpado ou culpá-los, e pode expressar isso mudando a maneira de agir em relação a ele. Outros membros da família também podem ter esses mesmos sentimentos.

          Conversando sobre o que importa     

Uma das principais maneiras de ajudar a manter a comunicação aberta não é apenas perguntar “Como você está se sentindo?”, mas também questionando sobre “O que você está sentindo?”. Se você parar para pensar, “Como você está?”, apesar de ser uma das perguntas mais comuns que fazemos, pode ser bastante imprudente. A resposta esperada é "Bem", ou seja, não permite muita discussão. Quando você pergunta: "O que você está sentindo?", acaba se aprofundando um pouco mais.

Quando você pergunta "O que você está sentindo?", esteja preparado para ouvir qualquer tipo de resposta. O paciente pode estar pensando muito sobre a morte ou estar preocupado com o que o futuro reserva para sua família. Esteja pronto para realmente ouvir a resposta que receber. Você não precisa responder, mas deve estar pronto para ouvir a dor ou pensamentos desagradáveis que a pergunta pode trazer.

Às vezes, pacientes com câncer gostam de receber as opiniões das pessoas mais próximas sobre sua doença, tratamento e prognóstico. Esteja aberto e seja honesto, mas não tente responder perguntas se você não souber a resposta correta.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive