Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Luva especial para autoexame dos seios causa polêmica no Reino Unido

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013


Organizações que arrecadam fundos para pesquisas sobre câncer de mama no Reino Unido protestaram nesta semana contra um novo produto que promete aumentar em 15 vezes a sensibilidade das mãos na hora de realizar um autoexame para detectar nódulos nos seios.

A chamada BE gLOVE é uma luva de poliuretano revestida, por dentro, com um óleo mineral. Segundo os fabricantes, a luva aumenta a sensibilidade aos nódulos porque o material "segura" a pele no lugar, impedindo os dedos de afastar os caroços na hora do toque.

Os fabricantes citam um pequeno estudo com 130 mulheres para dizer que o produto, vendido no Reino Unidos pelo equivalente a R$ 81,50, permite identificar 100% dos nódulos nos seios, com eficácia similar à dos exames de mamografia.

A ONG britânica Breast Cancer Campaing fez um apelo às mulheres no jornal inglês "Daily Mail" para que não usem acessórios como a luva BE gLOVE como substitutos para a mamografia.

Não é a primeira vez neste ano que aparece um produto para "aprimorar" o autoexame dos seios. Um anúncio de uma lanterna (Breastlight, R$ 280) que, encostada na pele, permitiria ver anormalidades dentro do seio foi banido no Reino Unido no mês passado.

Para o oncologista clínico Rafael Kaliks, diretor científico da ONG Oncoguia, o anúncio da luva é antiético por se basear em uma pesquisa sem rigor científico. "A mamografia reduz a mortalidade por câncer de mama em 10% a 20%. Não há dados que justifiquem substituí-la."

A mastologista Maira Caleffi, presidente da Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama), diz que não adianta investir em um acessório enquanto fatores de risco para o câncer, como obesidade, avançam. "Isso tudo é para ganhar dinheiro às custas da doença."

Matéria publicada no Jornal Folha de S.Paulo no dia 09/11


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive