Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ir ao dentista a cada seis meses ajuda à prevenir o câncer de boca

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/08/2019 - Data de atualização: 09/08/2019


Os homens são os mais atingidos pela doença, por causa do tabagismo que é mais frequente nesse público.

Assim como a maioria dos cânceres, o tumor da cavidade oral, ou câncer de boca, como é popularmente conhecido, é umas das doenças mais silenciosas. O grande problema é que os sintomas da doenças são facilmente confundidos com sutis infecções bucais, como gengivite e até mesmo as aftas. 

A ortodontista Catarina Riva esclarece sete dúvidas e lembra que se não for detectado de maneira precoce, o câncer de boca pode ser fatal.

Quais são as causas?

A causa desta doença está atrelada a hábitos não saudáveis, como o fumo associado ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas e uma má higiene bucal, assim, resultando na doença. Além da incidência pelo gênero, esse tipo de câncer é mais frequente em pessoas acima dos 40 anos e pode se desenvolver em qualquer parte da boca.

Por que o cigarro é uma das principais causas da doença?

O motivo é que somente o cigarro possui cerca de sete mil substâncias químicas tóxicas, que em conato com a boca pode influenciar na mutação gradual das células sadias atingindo as regiões da cavidade oral.

Quais os sintomas?

É preciso ficar atento às feridas na região bucal que não cicatrizam, aumento de tecidos gengivais ou inchaços, manchas brancas ou vermelhas em qualquer região da boca e dor sem razão aparente.

Como tratar?

Após o diagnóstico, uma equipe de especialistas desenvolve um plano para tratamento especial para cada paciente, pois cada caso precisa ser estudado em decorrência do estágio do câncer. Quase sempre a cirurgia é indispensável, após isso, inicia-se um tratamento de quimioterapia ou radioterapia. É importante que o problema seja identificado precocemente para obter sucesso no tratamento.

Quais os efeitos colaterais da radioterapia na boca?

Muitos pacientes durante a radioterapia apresentam irritação ou ressecamento da boca, dificuldade de deglutir e a perda do paladar. A radiação também aumenta o risco de cáries, por isso, é necessário o acompanhamento e o cuidado com a saúde bucal neste período.

Como manter a saúde bucal durante o tratamento?

O ideal é manter a escovação por no mínimo três vezes ao dia, utilizando uma escova com cerdas macias, além do uso diário do fio dental.

Como prevenir o câncer?

A melhor forma de prevenção além de uma boa higiene bucal é ir pelo menos uma vez por semestre ao dentista. Muitas pessoas deixam de descobrir doenças nos estágios iniciais por não irem ao especialista, ou por achar que é uma simples afta sem importância. Quanto mais cedo procurar um diagnóstico, melhores são as chances de tratamento e recuperação.

Fonte: Folha de Vitória

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive