Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fórum Oncoguia 2018 - VIII Fórum Nacional de Políticas de Saúde em Oncologia

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 28/02/2018 - Data de atualização: 28/02/2018




A 8ª Edição do Fórum Nacional de Políticas de Saúde em Oncologia, o Fórum Oncoguia, teve mais de 700 inscrições e reuniu cerca de 500 participantes, divididos entre dois dias de programação, no auditório do Espaço Apesp, em São Paulo (SP). Para além disso, milhares de seguidores das redes sociais do Instituto Oncoguia acompanharam a transmissão de todo o evento ao vivo.

Foram mais de 20 horas de discussões e reflexões sobre os principais problemas enfrentados pelos brasileiros com câncer que dependem do SUS e da saúde suplementar, com a participação de pacientes, cuidadores, profissionais da saúde, gestores públicos, iniciativa privada e sociedade civil organizada, vindos de todas as regiões do país. Além de endereçar as prioridades globais para o enfrentamento de todos os tipos de câncer, o Fórum tratou da sustentabilidade da oncologia, dos custos sociais do adoecimento e o impacto na vida de quem enfrenta a doença, do monitoramento das políticas públicas e muito mais. Veja como foi:


25 DE ABRIL DE 2018

ABERTURA




Luciana Holtz - Presidente e fundadora do Instituto Oncoguia



Rafael Kaliks - Oncologista, diretor científico do Instituto Oncoguia



MESA 1

A ideia foi construir pontes entre experiências bem-sucedidas de enfrentamento de desafios sociais em mundos distintos, para além da saúde, aprender lições para o combate ao câncer e o acolhimento do paciente e inspirar novas iniciativas. Para isso, convocamos um time de mobilizadores sociais e à frente de inovações na formulação de políticas públicas, na gestão de ideias e nos relacionamentos entre os diferentes atores envolvidas nas transformações que desejamos para a sociedade e o mundo.

Humberto Dantas - Escola do Parlamento
  • Inovar olhando para trás.
Leandro Machado - Cause
  • Davos e o câncer.
Carolina Larriera - Carr Center of Human Rights, Harvard Kennedy School
  • Liderança adaptativa.
Germano Guimarães - Tellus.
  • Parceria público-privado colaborando com o governo
Pedro Markun - "Hacker político”
  • Jogo da Política - política e saúde.



MESA 2


Pelo menos 32,6 milhões de pessoas vivem com câncer no mundo, sendo que 57% de todos os tipos da doença ocorrem em países em desenvolvimento, como o Brasil. Diante da crescente incidência do câncer em diferentes regiões do globo, o objetivo da discussão foi compreender como esse crescimento vem sendo enfrentado ao redor do mundo, tendo contato com a experiência internacional para avaliar se estamos em um caminho de convergência e quais novos passos estão sendo dados ou devem ser seguidos na realidade global e local.

Maira Caleffi - Union for International Cancer Control (UICC)
Gélcio Mendes - Instituto Nacional de Câncer (INCA)



MESA 3


O câncer causa grande impacto no núcleo familiar e também na economia – entre outros motivos, por conta da perda de produtividade decorrente da doença e dos óbitos por ela ocasionados. Diante dessa realidade, foi apresentado estudo internacional que avaliou os custos do câncer na economia de países emergentes, como Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, os BRICS. Entre os objetivos esteve chamar a atenção para como o câncer afeta a sociedade como um todo e compreender de que maneira as políticas públicas podem mitigar também o impacto econômico da doença. Além disso, foram abordadas as dificuldades enfrentadas pelo paciente oncológico no acesso às oportunidades de emprego e estudo e, nos casos em que a doença incapacita, os desafios para se afastar do trabalho e seguir o tratamento.

Luis Fernando Correia - jornalista, colunista da CBN e da Globo News (coordenador convidado)

Marianna Cancela -
pesquisadora do Instituto Nacional de Câncer (INCA) Luciana Landeiro - oncologista clínica na Oncoclínicas
Françoise Trapenard - Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH)
Josenir Teixeira - Advogado, especialista em Direito do Trabalho
Maria Paula Bandeira - Advogada, membro da Rede + Vida - Oncoguia
Maria Gabriella Pavlópoulos Spaolonzi - Juíza da 13ª Vara da Fazenda Pública da Capital
Tiago Farina Matos - Instituto Oncoguia



26 DE ABRIL DE 2018

MESA 1



São muitos os avanços científicos e tecnológicos no mundo da oncologia e a cada dia se torna mais factível tratar de mais tempo de vida com qualidade para o paciente com câncer. Esses avanços vêm acompanhados de um aumento significativo de custos, ao ponto em que "a conta não fecha" e a sustentabilidade do setor passa a ser posta em cheque. A proposta foi levantar estratégias para que seja criado um cenário mais equilibrado, saudável, acessível e possível no acesso do paciente a todos os recursos de que dispomos para o enfrentamento do câncer - ou seja, uma oncologia de fato sustentável. As discussões a respeito contemplaram a importância de se personalizar o tratamento, com a abordagem adequada para o paciente na hora certa e na dose ideal, mas sem desconsiderar a relevância de políticas públicas baseadas em evidências, para que não sejam tomadas decisões que envolvem investimentos perdidos. A ampliação do acesso a pesquisas clínicas foi abordada como forma de o paciente alcançar o que há de mais moderno sem que isso envolva maiores custos ao sistema. Também foram discutidas a definição de critérios que possam apoiar as decisões de incorporação de novas drogas na rede pública e a regulação de medicamentos biossimilares para a ampliação do acesso com segurança.

William Nassib William Jr. - Centro Oncológico da Beneficência Portuguesa de São Paulo
André Ballalai - IQVIA Brasil
  • RWD e inteligência artificial para melhor tomada de decisão em cuidados de saúde
Marcelo Corassa - A. C. Camargo Cancer Center
Ricardo Garcia - Clapbio
Denizar Viana - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Rafael Kaliks - Instituto Oncoguia



MESA 2



Como garantir que o processo de revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atenda às urgências do paciente com câncer, acompanhe a velocidade dos avanços tecnológicos e garanta a sustentabilidade dos planos?

Tiago Farina Matos - Instituto Oncoguia (coordenador da mesa)
João Paulo dos Reis Neto - CAPESESP
Ana Cristina Martins - Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
Cinthya Sternberg - Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC)
Merula Steagall - Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC)
Antonio Britto - Interfarma
Rafael Kaliks - Instituto Oncoguia



MESA 3



No 7º Fórum Oncoguia, de 2017, foi apresentado o estudo conduzido pelo Instituto Oncoguia que evidenciou a grande desigualdade no acesso a tratamentos oncológicos, muitas vezes dentro da mesma cidade. A proposta neste 8º Fórum foi, diante do retrato proporcionado pelo estudo "Meus SUS não é igual ao seu SUS”, refletir sobre o que deve ser feito para que haja mais equidade no acesso aos tratamentos sistêmicos.

Rodrigo Eloy - Controladoria-Geral da União (CGU)
Cinthya Sternberg - Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC)
Pascoal Marracini - Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer
Eduardo David Gomes de Souza - Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) do Ministério da Saúde
Luis Otavio Stedile - Ministério Público
Aline Silva - Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC)
Rafael Kaliks - Instituto Oncoguia
Tiago Farina Matos - Instituto Oncoguia



MESA 4



Foram apresentados dados inéditos de auditorias feitas pela Controladoria-Geral da União (CGU), órgão do governo federal responsável pela defesa do patrimônio público, transparência e combate à corrupção, nas políticas públicas relacionadas ao câncer.

Rodrigo Eloy - Controladoria-Geral da União (CGU)
Eduardo David Gomes de Souza - Ministério da Saúde
Pascoal Marracini - Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer
Arthur Accioly - Sociedade Brasileira de Radioterapia
Luis Otavio Stedile - Ministério Público
Tiago Farina Matos - Instituto Oncoguia




FÓRUM ONCOGUIA 2018 NA MÍDIA


A TV Saúde, do Grupo Abril, esteve no nosso 8º Fórum Nacional de Políticas de Saúde em Oncologia, o Fórum Oncoguia, e cobriu destaques da programação, em especial as discussões que tratam de acesso a tratamentos na rede pública e na saúde suplementar.



A TV Record também esteve no Fórum para ouvir sobre as falhas no tratamento contra o câncer apontadas pela auditoria que a Controladoria-Geral da União (CGU) realizou para avaliar a política Nacional de Prevenção e Combate ao Câncer. Os dados, inéditos, foram apresentados no último dia da programação.



A TV Brasil, rede de televisão pública pertencente à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), falou sobre o impacto econômico da morte de cidadãos ativos por câncer e a importância social de reduzir esses números. Entrevista com Marianna Cancela, pesquisadora do Instituto Nacional de Câncer (INCA), que apresentou no Fórum os dados brasileiros da pesquisa internacional "Os custos sociais do câncer".



O Grupo Oncologia Brasil, empresa de educação médica independente, também esteve no Fórum e cobriu destaques dos dois dias do evento. Veja nos vídeos:









Acesse ainda a matéria da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) sobre a mesa redonda na qual a Dra. Cinthya Sternberg defendeu que tanto a ANS como a Conitec divulguem claramente os critérios utilizados para incorporar ou não cada medicamento oncológico ao rol de cobertura dos planos de saúde e à rede pública, respectivamente.




GALERIA DE FOTOS


E você, que esteve com a gente em algum momento da programação, também deu sua contribuição para fortalecer as discussões e reflexões que vão nos fazer transformar a realidade do paciente com câncer no Brasil e de toda a população diante do avanço da doença. Clique na imagem, acesse nossa galeria de fotos no Facebook, marque quem reconhecer e compartilhe com suas redes este conteúdo. #VoceNaoEstaSozinho








Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive