top

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ficar triste e com raiva pode fazer o câncer voltar?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/09/2017 - Data de atualização: 13/09/2017


A maioria dos brasileiros sobrevive ao câncer, mas boa parte dos tratamentos deixa sequelas e muitas delas emocionais. Será que ficar triste e com raiva, mesmo depois do fim do tratamento, pode fazer o câncer voltar? O oncologista Paulo Hoff tirou dúvidas sobre o câncer no Bem Estar desta quarta-feira (13).

O câncer não é causado por sentimentos como tristeza, raiva e ansiedade e também não retorna por causa disso. É importante conversar com os profissionais de saúde ou grupos de apoio de pacientes durante e após o tratamento.

Como o câncer não é só uma doença, mas muitas diferentes, essa fase pode variar muito por paciente após o termino do tratamento ou o diagnóstico. Alguns precisam de remédios, outros só precisam de acompanhamento através de exames. Também pode ser necessário aguardar um período para se considerar livre do câncer. Em todos os casos, o acompanhamento da equipe que diagnosticou/tratou é essencial.

E quando o tratamento termina é preciso tomar um monte de vitaminas ou excesso de vitaminas pode provocar o câncer? Quem respondeu essa dúvida foi a nutricionista Danielle Fontes. Não é recomendável se entupir de vitaminas, pode até ser perigoso fazer isso sem recomendação médica. O importante é investir muito em alimentação o mais natural possível.

O ideal é evitar bebidas, carne vermelha e sal. O excesso de álcool, a carne vermelha, os embutidos e o sal em excesso são fatores de risco reconhecidos para o câncer.

Fonte: G1

As opiniões contidas nos artigos assinados pelos nossos colunistas refletem unicamente a opinião do autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive