Tipos de Câncer

Câncer de Testículo

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Fertilidade em Pacientes com Câncer de Testículo

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 19/12/2015 - Data de atualização: 11/07/2018


O câncer de testículo e seu tratamento podem afetar os níveis hormonais e a capacidade do homem de ter filhos após o tratamento. É importante discutir os possíveis efeitos colaterais com seu médico antes de iniciar o tratamento para estar ciente dos possíveis riscos e de todas as suas opções de tratamento.

A maioria dos meninos e homens desenvolve câncer apenas em um testículo. O testículo remanescente geralmente pode produzir testosterona suficiente para manter o paciente saudável. Se o outro testículo precisa ser removido porque o câncer acomete ambos os testículos ou se um novo câncer se desenvolve no remanescente, o paciente terá que repor testosterona para o resto da vida. Na maioria das vezes, a testosterona é em forma de gel, que é aplicada sobre a pele, ou uma injeção administrada mensalmente no consultório do médico.

O câncer de testículo ou seu tratamento pode tornar o homem infértil. Antes do início do tratamento, os homens que querem ter filhos podem considerar o armazenamento do sêmen em um banco de esperma para uso posterior. Mas, a doença pode provocar uma diminuição nas taxas de espermatozoides, o que pode tornar difícil a obtenção de uma boa amostra.

A infertilidade também pode ser um problema posterior na vida dos meninos que tiveram câncer de testículo. Se o menino já passou pela puberdade, um banco de esperma é muitas vezes uma boa opção, uma vez que as amostras congeladas não são danificadas após longos períodos de armazenamento. Os pesquisadores também estão estudando novas técnicas que permita que os meninos possam ser pais no futuro.

Em alguns casos, se um dos testículos é mantido, a fertilidade retorna após o tratamento do câncer de testículo, após cerca de 2 anos do término da quimioterapia.

Mesmo quando a taxa de espermatozoides no sêmen é baixa, os homens têm várias opções para terem filhos. Converse com seu médico sobre suas preocupações com a fertilidade antes de iniciar o tratamento.

Fonte: American Cancer Society (17/05/2018)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive