top
Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Medtronic Takeda Susan Komen Astellas UICC


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[EXECUTIVO] Consulta Pública é aberta sobre Trastuzumabe

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/04/2017 - Data de atualização: 13/04/2017


O que houve?

Nesta quarta-feira (12/04) o Ministério da Saúde abriu a Consulta Pública nº 14/2017 para receber as contribuições de toda sociedade civil a respeito da proposta de incorporação no SUS o do trastuzumabe para o tratamento do câncer de mama HER2-positivo metastático em primeira linha de tratamento.

Isso significa que médicos, profissionais de saúde, familiares e pacientes com o câncer de mama metastático com a mutação genética HER2+ poderão apresentar informações técnicas, experiências e opinião sobre o uso do medicamento trastuzumabe ao governo, de modo que ajude a tomar a decisão de fornecer ou não a droga no SUS.

Um relatório preliminar elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS - CONITEC recomenda que o trastuzumabe seja incorporado no SUS para o tratamento de pacientes diagnosticadas  com câncer de mama metastático HER2+ que não tenham utilizado outro tratamento anteriormente.  

E agora?

As contribuições poderão ser enviadas até o dia  02/05/2017, através do preenchimento de formulários próprios disponíveis no site da CONITEC: um para receber informações técnicas e outro destinado aos pacientes para compartilharem suas experiências sobre o tratamento.

Após a Consulta Pública, o Ministério da Saúde avaliará as contribuições recebidas e avaliará se será ou não incorporado o trastuzumabe para câncer de mama metastático no SUS.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive