top
Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[EXECUTIVO] Consulta Pública é aberta sobre Trastuzumabe

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/04/2017 - Data de atualização: 13/04/2017


O que houve?

Nesta quarta-feira (12/04) o Ministério da Saúde abriu a Consulta Pública nº 14/2017 para receber as contribuições de toda sociedade civil a respeito da proposta de incorporação no SUS o do trastuzumabe para o tratamento do câncer de mama HER2-positivo metastático em primeira linha de tratamento.

Isso significa que médicos, profissionais de saúde, familiares e pacientes com o câncer de mama metastático com a mutação genética HER2+ poderão apresentar informações técnicas, experiências e opinião sobre o uso do medicamento trastuzumabe ao governo, de modo que ajude a tomar a decisão de fornecer ou não a droga no SUS.

Um relatório preliminar elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS - CONITEC recomenda que o trastuzumabe seja incorporado no SUS para o tratamento de pacientes diagnosticadas  com câncer de mama metastático HER2+ que não tenham utilizado outro tratamento anteriormente.  

E agora?

As contribuições poderão ser enviadas até o dia  02/05/2017, através do preenchimento de formulários próprios disponíveis no site da CONITEC: um para receber informações técnicas e outro destinado aos pacientes para compartilharem suas experiências sobre o tratamento.

Após a Consulta Pública, o Ministério da Saúde avaliará as contribuições recebidas e avaliará se será ou não incorporado o trastuzumabe para câncer de mama metastático no SUS.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive