Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Equipes de saúde fazem diagnósticos domiciliares de câncer de mama em Goiânia

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 24/06/2022 - Data de atualização: 24/06/2022


O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente na mulher, superado apenas pelo câncer de pele não melanoma. No Brasil, aproximadamente 60 mil mulheres são acometidas pela doença anualmente, com taxa de mortalidade ao redor de 20%. Destinado ao combate e à prevenção do câncer de mama, o Programa Goiânia Sempre Rosa estendeu ações de conscientização sobre a doença, geralmente concentradas no mês de outubro.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a prefeitura capacitou, por meio do Goiânia Sempre Rosa, 900 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) a respeito do câncer de mama. Agora, essas equipes trabalham em visitas domiciliares e fazem busca ativa de possíveis diagnósticos. Para saber mais sobre o projeto, basta entrar em contato pelo telefone (62) 3524-1000.

Mastologista e professor de medicina da Universidade Federal de Goiás (UFG), Juarez Sousa afirmou ao Jornal Opção que o nódulo na mama é a forma mais comum de manifestação da doença. “Ele pode estar acompanhado ou não de edema, eritema, retração da pele, alteração da aréola, ulceração, derrame papilar e retração mamilar”, explicou. “O diagnóstico precoce é fundamental no prognóstico. A mamografia deve ser feita anualmente para mulheres acima dos 40 anos, em conjunto com a ultrassonografia e ressonância magnética, quando necessária. Mulheres de alto risco devem iniciar o rastreamento aos 30 anos”, destacou Juarez Sousa.

Dentre os fatores de risco do câncer de mama, segundo o mastologista, os principais são: idade avançada, antecedentes familiares, mutações genéticas, gestação tardia, uso de anticoncepcionais orais, terapia de reposição hormonal, mamas com densidade mamográfica aumentada, entre outros.

Juarez Sousa ressaltou que o tratamento do câncer de mama é multidisciplinar, compreendendo cirurgia, radioterapia, quimioterapia, terapia biológica, imunoterapia e endocrinoterapia. Dentre as unidades que oferecem tratamento gratuito estão: Hospital das Clínicas da UFG, Hospital de Câncer Araújo Jorge, Hospital Estadual Alberto Rassi e Hospital Santa Casa de Misericórdia de Goiânia.

Fonte: Jornal Opção



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive