Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Covid-19: familiares devem redobrar cuidados com paciente com câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/04/2020 - Data de atualização: 15/04/2020


Esse grupo corre o risco de ter complicações graves se for contaminado pela Covid-19 | Foto: Reprodução

A pandemia do novo coronavírus tem mudado a rotina de todos. As pessoas também aumentaram os cuidados com a saúde para evitar a transmissão da Covid-19. A doença pode ainda ser pior para pessoas acima de 60 anos, com doenças crônicas – como diabetes, doenças cardiovasculares e respiratórias – e com imunidade baixa.

Ramon Andrade de Mello, médico oncologista, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal), ressalta que os cuidados com os pacientes com câncer devem ser redobrados: “Esse grupo corre o risco de ter complicações graves se for contaminado pela Covid-19. Por isso, os familiares dos pacientes em tratamentos de quimioterapia, radioterapia que fazem uso de medicamentos imunossupressores, além daqueles que tenham feito cirurgia há menos de um mês, devem tomar alguns cuidados”.

O especialista explica que o cuidador ou familiar deve ficar atento com a higiene da casa diariamente. Quando isso não for possível, algumas medidas ajudam reduzir os riscos de contaminação. Por isso, é preciso desinfetar as superfícies que são tocadas com maior frequência como mesas, bancadas, superfícies do banheiro e cozinha, maçanetas, entre outras.

“Assim como todos estão deixando os sapatos na entrada da moradia, o mesmo procedimento é imprescindível para as famílias dos pacientes oncológicos. Também é preciso limpar as compras antes delas serem guardadas”, esclarece o professor de oncologia da Unifesp.

“Se o familiar ou cuidador apresentar qualquer sintoma de gripe, não deve ter nenhum contato com o paciente”, ressalta o médico. Ele lembra da importância de trocar de roupa e lavar bem as mãos, e até de tomar banho, antes do contato com a pessoa com doença oncológica. “Recomendo ainda o uso de máscara, mesmo em casa, para esses pacientes, se não for possível separar o familiar ou cuidador com sintomas de gripe. Mas o ideal é o isolamento”, defende o especialista.

*Com informações da assessoria

Fonte: Em Tempo

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive