Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como a Quimioterapia pode afetar as Ereções

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 16/02/2016 - Data de atualização: 16/02/2016


A maioria dos homens em tratamento quimioterápico ainda tem ereções normais. Mas, alguns podem apresentar alterações. As ereções e o desejo sexual muitas vezes diminuem imediatamente após a químio, mas retornam em torno de uma semana após o término do tratamento.

Às vezes, a quimioterapia pode afetar o desejo sexual e as ereções por diminuir a produção de testosterona. Alguns dos medicamentos utilizados para prevenir náuseas durante a quimioterapia também podem alterar o equilíbrio hormonal do homem. Mas, os níveis hormonais devem retornar ao normal após fim do tratamento.

Alguns medicamentos quimioterápicos como cisplatina, vincristina, bortezomib e talidomida podem causar danos ao longo da vida em partes do sistema nervoso, geralmente nos pequenos nervos das mãos e pés, o que é denominado neuropatia periférica. Atualmente, não existem estudos mostrando que estas drogas lesionam diretamente os nervos que permitem a ereção. A quimioterapia também pode provocar o aparecimento de herpes genital ou verrugas genitais, se o homem for portador. Alguns tipos de quimioterapia podem causar infertilidade a curto prazo e outros pelo resto da vida.

Homens que fizeram Transplante de Células Estaminais

Os homens que apresentaram reação enxerto - versus - hospedeiro após o transplante, são mais propensos a ter uma perda duradoura da testosterona. Em alguns casos, estes homens podem precisar de terapia de reposição hormonal para recuperar a ereção e o desejo sexual.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive